Vacina indiana Covaxin é eficaz contra variante brasileira

A vacina indiana Covaxin, desenvolvida pelo Laboratório Bharat Biotech em parceria com o ICMR (Conselho Indiano de Pesquisa Médica), se mostrou eficaz contra variante brasileira da covid-19, conhecida como P1.

Após a realização de alguns testes, os pesquisadores do Instituto Nacional de Virologia da Índia e do ICMR descobriram que as pessoas que receberam as duas doses do imunizante tiveram a imunidade aumentada contra a cepa. Para se chegar a esse resultado os cientistas estudaram a eficácia da neutralização da mutação com o soro convalescente de indivíduos que tiveram a infecção natural e aqueles que foram vacinados duas vezes.

 

 

Relacionadas - O regime de vacina em duas doses aumento significativamente o imuniglobuloina e a eficácia neutralizante contra as variantes brasileira e D614G, que substituiu a cepa Wuhan original no ano passado e se tornou dominante em todo mundo, em comparação com a observada na infecção natural. O estudo demostrou reduções de 1,92 e 1,09 vezes no título de neutralização contra a variante brasileira em comparação com o protótipo D614G com soros de receptores de vacina e infecção natural, respectivamente", afirmaram os pesquisadores.

Um segundo imunizante disponível na Índia, Covishield, também apresentou eficácia contra a variante.

O país asiático vive uma explosão de casos de cornavírus e vê seu sistema de saúde colapsar. Hoje, ultrapassou o México em número de mortes e se tornou o terceiro país no mundo com mais óbitos. No fim de semana passado, foi a primeira nação desde o começo da pandemia a registrar mais de 400 mil casos em apenas 24h.

A cepa brasileira não está tão presente no território indiano quanto a britânica, que já representa 70% das ocorrências.

 

Publicidade

Anuncie