Uberabense apresenta tributo a Frank Sinatra em show no sábado

Parte da renda será destinada à Escola para Surdos Dulce de Oliveira

O Teatro Vera Cruz será palco do show ‘Tributo a Sinatra, por Thiago Neves e Orquestra’ neste sábado (5), às 20h, com apoio da Fundação Cultural de Uberaba. O concerto terá a participação do coral ‘Canta Marista’ e Orquestra, sob regência do maestro Darci. Além das atrações musicais, o Ballet Beth Dorça também se apresenta na noite, em homenagem a Frank Sinatra. Parte da renda do espetáculo será destinada à Escola para Surdos Dulce de Oliveira.

Frank Sinatra, conhecido como ‘A Voz’, foi cantor, ator, produtor e se consagrou como um dos artistas mais populares e influentes do século XX. Destacou-se no ramo musical cantando blues, jazz, swing e pop clássico. Inspirado no legado de Sinatra, Thiago Neves preparou uma noite de música e dança para homenageá-lo. “Era um artista eclético, tocava de tudo e teve um repertório imenso, além de ser uma grande referência vocal para mim”, conta. 

Thiago também explica que o Tributo despertará lembranças através da linguagem universal da música. “Mesmo que as canções de Sinatra sejam em inglês, elas vão trazer muitos sentimentos. Quero que nessa noite especial nós lembremos da nossa avó, de conversas com a família, que tenhamos esse conforto e aconchego de casa”, diz.

Essa é a primeira vez que o uberabense faz um tributo para Frank Sinatra na cidade, mas Thiago destaca que já teve a oportunidade de cantar os sucessos do músico em Londres, na Inglaterra. “Esse evento em Uberaba é a realização de um sonho. Cantar em Londres não tem a mesma energia que cantar na minha terra. Estou fazendo o que eu gosto e o que eu sei para o meu povo, é o mínimo que posso fazer para honrar minhas origens”, enfatiza.

Para Irizon Amaral de Arantes, presidente da Associação Dulce de Oliveira, a participação da instituição no evento é gratificante e de relevância cultural. “Estamos nessa parceria para envolver a escola no aspecto da cultura. Uberaba precisa de investimento nessa área, e nós, como integrantes de uma ONG que cuida do ensino de pessoas com deficiência auditiva, queremos fazer parte disso”, revela o presidente. A Escola para Surdos Dulce de Oliveira conta, atualmente, com 55 alunos. É uma instituição bilíngue, com turmas de pré-escola e de 1ª a 5ª série.

Os ingressos custam $50 a inteira e $25 a meia, com vendas no dinheiro e no cartão de crédito. Podem ser adquiridos na loja Ailton Discos, no Tamareiras Hotel, na Escola de Línguas Number One ou na Márcia Excursões, com antecedência.

Publicidade