Trio é preso com mais de 780 kg de maconha

Três homens, de 38, 39 e 43 anos foram presos por tráfico internacional de drogas na MG 255, Itapagipe na tarde de terça feira, 27, pela Policia Militar Rodoviária.

Segundo as informações repassadas à Folha Uberaba, os autores transportavam cerca de 780 quilos de maconha que estavam acondicionados nos pneus de um caminhão rodotrem.

A PMR realizava operação de combate ao tráfico de drogas na rodovia, quando, na altura do KM 65, abordou o condutor de 39 anos, de um veículo Gol com placas de Campo Grande, MS.

O abordado relatou que retornava da cidade de Três Lagoas naquele Estado e durante as buscas no veículo, os militares localizaram um celular que o suspeito disse ter recebido de um outro homem por estarem viajando juntos.

Os militares suspeitaram da versão do autor e em buscas mais detalhadas, localizaram um tablete de maconha no veículo, o autor disse que a droga era para consumo próprio.

Uma caminhonete Hilux, com placas de Arinos MG, que seguia logo atrás do Gol, também foi abordada e nela estava o autor de 43 anos que declarou ser proprietário de uma rede de funerárias e que havia feito uma viagem de negócios, venda de planos funerários na cidade de Três Lagoas, MS. Ele alegou não conhecer o condutor do Gol, porém os militares notaram que ao descer da caminhonete, o autor dispensou um celular na rodovia, o aparelho foi apreendido.

Na sequência foi abordado um caminhão com placas de Brasília e semirreboques com placas de Arinos MG, que era conduzido pelo autor de 38 anos. O condutor do caminhão disse que também estava em Três Lagoas, MS, porém, segundo ele, estava naquela cidade já há cerca de um mês, onde foi fazer serviços de transporte de grãos de soja em fazenda da região e após o termino, estava indo para Uberlândia a procura de novas cargas.

Durante buscas no semirreboque, os policiais encontraram, dentro de 16 pneus instalados nos eixos erguidos, 1.046 tabletes de maconha de vários tamanhos, prensados e envolvidos em fita crepe. Um celular idêntico aos outros dois foi encontrado na cabine do caminhão.

O condutor do caminhão declarou trabalhar para o condutor da Hilux e receber três mil reais por mês, porém, disse que não sabia que havia droga no caminhão e segundo ele o celular era usado para contatar o patrão.

Ao ver se sem saída, o condutor da Hilux acabou confessando ser o dono da droga e contou que atravessou de Ponta Porã para o Paraguai, onde comprou 800 kg de maconha por 150 mil reais, segundo ele, o destino da droga, era a cidade de Feira de Santana na Bahia, porém, disse não saber quem era o comprador que esperava pela droga.

O autor confirmou a participação dos outros dois e disse que os celulares eram usados para se manterem em contato durante a viagem.

Os três foram levados para a delegacia da Policia Federal em Uberaba, onde após serem ouvidos e autuados por tráfico internacional de drogas, , serão encaminhados para a penitenciária,  os veículos  foram apreendidos.

 

 

 

Publicidade