Rodada de Negócios do Sebrae tem projeção de meio bilhão na 7ª ExpoCigra Fiemg

Fotos: Paulo Lúcio

O volume de negócios cresceu 467,8% em relação à última edição

      A Rodada de Negócios, promovida pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), na 7ª Feira Multissetorial do Vale do Rio Grande (ExpoCigra Fiemg), teve projeção de R$ 533,8 milhões em negócios este ano, 467,8% a mais do que a edição passada (R$ 94 milhões). O evento proporcionou às micro e pequenas empresas (chamadas de ofertantes) a oportunidade de apresentar produtos e serviços a grandes empresas (denominadas âncoras).

Este ano, a Rodada de Negócios foi realizada em um único dia, com a participação de 31 âncoras e 138 ofertantes. As empresas tiveram 20 minutos para se reunir com cada comprador e negociar. “Foi sensacional. O que fez a diferença foi a seleção das empresas âncoras. Novas empresas no município e com boa capacidade de compra, como o Grupo Petrópolis. Os empresários foram preparados e conseguiram boas negociações”, afirma a analista do Sebrae, Daiana Rodrigues.

As 31 âncoras presentes nesta edição foram: Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ), Algar Telecom, Alta Genetics do Brasil, Ambipar Response, Araunah Empreendimentos, AMO Assessoria Médica Ocupacional, Black & Decker, Brasilquímica, Cervejaria Petrópolis (Compras Locais), Cervejaria Petrópolis (Compras Nacional), Cooperativa dos Produtores Rurais do Prata, Grupo Agronelli, Hotel Ibis, Laterza Construções, Laticínios Scala - Scalon & Cerchi, Mosaic Fertilizantes, MRV Engenharia e Participações, Pecplan ABS, Refrigerantes do Triângulo, Sabin, San Marco Automóveis, Sertanitos, Sipcam Nichino Brasil, Skala Cosméticos, Tamareiras Hotéis, TV Integração, Unimed Uberaba, VLI Multimodal, Yara Brasil Fertilizantes e Zebu Carnes Supermercados. 

Salão Internacional. Paralelo à Rodada de Negócios, o Centro Internacional de Negócios (CIN), da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg) promoveu o Salão Internacional. O evento contou com a presença de repartições internacionais, consulados, câmaras de comércio e entidades de fomento à internacionalização da indústria. Os participantes identificaram novas possibilidades de negócios e parcerias para atuação no mercado internacional. “A realização desse evento dentro da feira foi positiva, pois potencializa as oportunidades de negócios internacionais O ambiente fica mais propício para a internacionalização das indústrias localizadas em Uberaba. Além disso, essa atividade agrega a programação já consolidada da feira”, afirma a gerente do Centro Internacional de Negócios da Fiemg, Rebecca Macedo.

A feira. A 7ª ExpoCigra Fiemg foi realizada pelo Centro das Indústrias do Vale do Rio Grande (Cigra), em parceria com a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) - Regional Vale do Rio Grande - e com apoio do Sebrae, da Associação das Indústrias Sucroenergéticas de Minas Gerais (Siamig), da Prefeitura Municipal de Uberaba (PMU), da Mosaic Fertilizantes, da Vale e do Grupo Petrópolis.

Publicidade