Procura pela vacinação contra sarampo aumentou no mês de agosto

Município está monitorando casos de sarampo em São Paulo e em Minas. Nenhum caso suspeito foi notificado em Uberaba até o momento

Diante o aumento de casos de sarampo em alguns estados, a procura pela vacina contra sarampo em Uberaba aumentou, após determinação do Ministério da Saúde para que fossem imunizadas crianças de 6 meses a menores de 1 ano. Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde, foram aplicadas 1.551 doses da vacina Tríplice Viral no município em agosto, até esta quarta-feira (28), contra 1.239 doses aplicadas em julho.

Das doses aplicadas em agosto, 191 doses se referem à ‘dose zero’, voltada para as crianças de 6 meses a menores de 1 ano; 252 doses se referem à 1ª dose, na faixa etária de 12 meses; enquanto 246 crianças receberam a 2ª dose, referente à faixa etária de 15 meses, conforme o calendário vacinal.  As 862 doses restantes se referem às pessoas que buscaram atualizar a caderneta de vacinação ou que vão viajar para áreas endêmicas do sarampo.

A Secretaria de Saúde reforça o pedido para que os pais compareçam às salas de vacina portando o Cartão de Vacinação da criança para receber as doses e mantenham a imunização em dia. Conforme informações do Ministério da Saúde, a medida preventiva deve alcançar 1,4 milhão de crianças que não receberam a dose extra, chamada de ‘dose zero’, além das previstas no Calendário Nacional de Vacinação, aos 12 e 15 meses. O objetivo é intensificar a vacinação desse público-alvo, que é mais suscetível a casos graves e óbitos.

A SMS monitora a situação do sarampo em Uberaba, devido o Estado de São Paulo (limítrofe ao Estado de Minas Gerais e à macrorregião Triângulo do Sul) ter casos confirmados de sarampo e o Estado de Minas Gerais já somar 221 casos suspeitos de sarampo, sendo que 162 foram descartados, 55 estão sob investigação e 4 casos foram confirmados. Um caso em investigação é da cidade de Uberlândia.  Nenhum caso suspeito foi notificado em Uberaba.

A vacina Tríplice Viral (contra sarampo/caxumba/rubéola) está disponível nas Unidades Básicas de Saúde para a população de 12 meses a 49 anos de idade de acordo com o esquema preconizado e só precisa se vacinar quem não estiver com a caderneta em dia. São considerados vacinados pessoas de 12 meses a 29 anos que comprovem duas doses de vacina, pessoas de 30 a 49 anos que comprovem uma dose e profissionais de saúde independente da idade com duas doses.

O sarampo é uma doença que apresenta variação sazonal, com aumento da incidência no período entre o final do inverno e o início da primavera, ou após estações chuvosas. Os principais sintomas se apresentam como febre, manchas avermelhadas pelo corpo, acompanhadas de tosse ou coriza ou conjuntivite.

Publicidade

Anuncie