Prefeitura fecha parceria com o Banco do Brasil que beneficiará portadores de deficiência

O prefeito Paulo Piau, através da Secretaria de Desenvolvimento Social, assinou convênio de parceria com o Banco do Brasil, com o objetivo de divulgar e tornar acessível informação que viabilize a aquisição de equipamentos voltados para a acessibilidade, além de outros benefícios.

A secretária Angela Dib, explicou que a prefeitura, através da SEDS/Seção de Apoio a Pessoa com Deficiência, irá disponibilizar para o banco nome e contato de todas as instituições da cidade que lidam com deficiência. “Com acesso a este banco de dados, o Banco do Brasil poderá procurar as pessoas e disponibilizar este serviço, que é uma linha de crédito específica, voltada para este público”, explicou.

Stanrley Taylor Cardoso, gerente geral do BB, acompanhado de todo staff do banco de Uberaba, explicou que a linha de crédito é denominada de “Crédito Acessibilidade” e está sendo relançada pela instituição, visto a demanda observada. Segundo ele, a taxa desta linha varia de 0,41% a 0,45%. “Ou seja, é menor do que a taxa da poupança. Pelo valor da taxa, entendemos ser uma linha de crédito com foco mais no social”, destacou.

Segundo o gerente, o BB Crédito Acessibilidade é uma linha de crédito do Banco do Brasil destinada à compra de produtos que facilitam o dia a dia e ajudam a melhorar a qualidade de vida de pessoas com deficiência. De acordo com as informações, para adquirir o crédito não é necessário que a pessoa seja deficiente, basta que atenda as condições da linha, podendo financiar um bem ou serviço para destinar a uma pessoa com deficiência. Vale ressaltar que o crédito estará disponível para o cidadão com renda mensal bruta de até 10 salários mínimos. O recurso do crédito pode ser utilizado para compra de equipamentos como, cadeira de rodas, aparelho auditivo, entre outros, bem como para reformas voltadas para garantir a acessibilidade.

“Estou satisfeito por fazermos esta parceria. Se é para auxiliar vamos caminhar juntos. As entidades aqui representadas deram seu aval e também acredito que esta linha de crédito facilitada auxiliará muita gente. Coloco a secretaria à disposição para garantir as informações que precisam, para dar visibilidade a este serviço”, disse Piau.

Participaram da reunião, representantes da ADEFU, Fundaesp/Caminhar, APAE, Abrace, Equoterapia, Casa Diálise, Escola para surdos Dulce de Oliveira.

Publicidade

Anuncie