o que é Biohacking

A tecnologia já faz parte das nossas vidas quer queiramos ou não. Se inserido na sociedade moderna e atual é praticamente impossível não utilizá-la como também depender dela. A utilização da tecnologia em nosso meio externo é altamente ampla já que estamos sempre com os nossos smartphones em nossas mãos, agora o homem está olhando para o seu interior e buscando a utilização da tecnologia também no seu meio interior de forma a potencializar a utilização do corpo humano. Essas mudanças tecnológicas dentro do corpo humano são chamadas de biohacking. que é basicamente qualquer alteração no corpo humano com o intuito de potencializá-lo biologicamente.

O biohacking pode utilizar-se de um implante ou de um suplemento. Quando se utiliza um implante o biohacking leva o nome de abordagem interventiva. Já quando de utiliza um suplemento o biohacking leva o nome de abordagem não interventiva. Nos dois casos o objetivo é único melhorar a performance e ser a melhor versão de si mesmo. Além disso, essa atividade de realizar biohacking traz como resultado um transhumano. Há exemplos básicos do nosso dia a dia, tal como colocar as lentes de contato, tomar shakes de proteínas ou ainda estimulantes da atividade cerebral.

Mas há também exemplos extremistas no qual as pessoas sofrem grandes alterações. Para realizar biohacking é preciso ter um laboratório especializado. Existe um que se chama Genspace, fundado por Ellen Jorgensen, o qual realiza vários experimentos do tipo DIYBio que em português significa Faça biologia você mesmo. Ellen tem até mesmo uma TED talk, a qual você pode assistir.
Nesta talk, Ellen afirma que o futuro está na tecnologia biológica e na alteração do homem e como isso vai alterar a vida das pessoas diariamente. Um exemplo de como isso poderia ser utilizado seria através de implantação de microchips dentro do corpo humano, no qual poderia conter várias informações e servir como forma de pagamento, ou ainda de identificação para entrar e sair de locais, e também para uso em caso de acidentes com dados pessoais.

Outros nomes famosos do Biohacking

O Neil Harbisson é uma das pessoas mais famosas em questão de biohacking já que ele nasceu sem conseguir enxergar cores, e para resolver isso, ele tem um implante que o permite ver cores em forma de som. Este seria um bom exemplo de biohacking de implante.

Além dele também há o Dave Asprey, uma pessoa apaixonada por alta performance, mas que sempre se sentia cansado, até inventar o Bulletproof Coffee. Dave também tem outros hábitos para deixar sua capacidade cognitiva ainda mais afiada, e seria um exemplo de biohacking de suplemento. Dave fez um vídeo explicando o que é biohacking, e porque ele é a definição da palavra. Para ele, biohacking é mudar o ambiente interno e externo de forma a ter controle total do que acontece com o corpo humano.

Uma dieta Biohacking para a sua vida

O Biohacking pode ser utilizado também como um estilo de vida. Muitos estudiosos afirmam que o jejum intermitente é uma das melhores formas de melhorar a biologia do próprio corpo trazendo diversos benefícios para a saúde. Outra parte da dieta é a qualidade de sono, a qual engloba pontos importantes para dormir melhor. Ou seja, você pode começar hoje a implementar o biohacking em sua vida.

Publicidade