Igam e IEF solicitam ajuda do Município

Além de uma nova estrutura física, os órgãos também deverão firmar convênio de cooperação

O prefeito Paulo Piau recebeu nesta quarta-feira (16), o coordenador regional do Instituto das Águas Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba - Igam, Bruno Neto de Ávila e o analista ambiental do Instituto Estadual de Florestas – IEF. Vieram solicitar ajuda do Município para encontrar instalações mais adequadas aos órgãos. Atualmente o atendimento é feito em prédio alugado na rua Rodolfo Machado Borges, 283 – São Benedito. Trabalham no local entre 12 a 20 pessoas. Participaram da reunião ainda o secretário municipal do Meio Ambiente, Marlus Salomão e o adjunto, Marco Túlio Machado Borges Prata.

Paulo Piau autorizou a busca por algum imóvel que possa atender às necessidades daqueles órgãos.  Além disso, trataram da proposta do Município de realização de convênio de cooperação, para que o Igam possa atuar junto à Secretaria de Meio Ambiente, nos processos de outorga e de reserva legal, de acordo com secretário Marlus Salomão.

Segundo o prefeito atualmente existem 300 processos para serem analisados, somente para a outorga de água, significando que está faltando gente para dar celeridade.

A Regional do Alto Paranaíba e Triângulo Mineiro atende 67 municípios, sendo responsável pela maior demanda de processos de outorga do Estado. “Temos que trabalhar forte nisso para atender essa grande demanda pelo uso da água, sendo uma região forte em agronegócio. Dessa forma, desenvolver de forma sustentável todas essas atividades aqui inseridas, para ter maior agilidade nessa questão das outorgas”, destacou Bruno Neto.

“A relação da Prefeitura com a Secretaria de Estado do Meio Ambiente é muito positiva e produtiva”, apontou o prefeito. Ele lembra que existe hoje um convênio ambiental que permite ao município fazer licenciamento ambiental até a classe 6. “Isso possibilitou, por exemplo, que em 30 dias conseguíssemos uma licença para a construção da fábrica do Grupo Petrópolis”.

Além disso, lembra o Chefe do Executivo, Uberaba caminha para conseguir convênio do Igam para outorga de água, que por enquanto só é feita pelo Estado. E ainda a Secretaria Municipal do Meio Ambiente é a primeira cujo licenciamento ambiental é total on-line (papel zero).

Publicidade