HISTÓRIA DA MEDICINA EM UBERABA - VOL. VI

Guido Bilharinho

 

         Uberaba, além de em muitos outros casos, é também pioneira em efetuar o levantamento minucioso e praticamente completo de sua História da Medicina, conforme realizado pelo médico José Soares Bilharinho na monumental História da Medicina em Uberaba, projetada para nove volumes, dos quais cinco já editados em papel.

         Nenhuma cidade brasileira, ao que consta, possui algo no gênero e nessa área específica da atividade humana, menos ainda tão abrangente e multiforme, não esquecendo nem descurando o Autor de nenhuma de suas múltiplas manifestações, a ponto de ter, só de biografias dos médicos uberabenses, naturais ou aqui residentes e atuantes, mais de 250, algumas, como a do dr. José Ferreira, com 70 (setenta) páginas.

         Além disso, surpreendentemente, nela estão focalizados, com nomes e períodos de atuação na cidade, até os por ele denominados “Médicos Itinerantes e Convidados”.

         Categoria inimaginável, por quem desatento e desinteressado deste como de todos os assuntos alheios ao estrito âmbito da luta pela sobrevivência (talvez uns 98% da população), essa de médicos do Rio e São Paulo que estiveram em Uberaba e nela exerceram por semanas ou por dois ou três meses sua atividade profissional especializada, residindo em hotéis, onde também atendiam os pacientes, quando não em farmácias e em consultórios de médicos estabelecidos na cidade.

         Impressionante nesse capítulo, que resgata e revela prática profissional significativa, o quanto Uberaba atraiu e se beneficiou dessas visitas em áreas médicas nela não praticadas.

         Entre as revelações mais relevantes - mais, porque, nesse texto, todas o são - constitui a estada e o atendimento profissional na cidade, por quase um mês em abril de 1929, no caso a convite, do célebre dr. Moura Brasil, bem como a ministração na cidade do primeiro Curso de Cirurgia Plástica procedido no Brasil, aplicado pelo médico argentino Júlio Otermin Aguirre em 1950.

         Surpreendente e revelador, pois, esse capítulo do sexto volume da História da Medicina em Uberaba, volume que se encontra publicado no blog Bibliografia Sobre Uberaba (https://bibliografiasobreuberaba.blogspot.com/).

         Nesse tomo, no entanto, conforme se verifica no Sumário, José Soares Bilharinho ainda focaliza, com minúcias: a) viagens de estudos e participação em congressos empreendidas por médicos uberabenses visando atualização e aperfeiçoamento científico; b) diversos serviços especiais de saúde organizados em Uberaba no decorrer dos movimentos armados de 1930 e 1932 para atendimento dos feridos em combates; c) participação de médicos na unidade local da Liga de Defesa Nacional; d) participação e militância, em muitos casos intensa, de médicos na política; e) em prosseguimento à notável série de biografias de médicos iniciada no volume I com “Os Primeiros Médicos”, apresenta, nesse tema (sessenta e duas) novas biografias (algumas extensas), com o que mais ainda enriquece o já considerável panteão biográfico uberabense, iniciado pioneiramente no século XIX por Antônio Borges Sampaio, constante de sua obra Uberaba: História, Fatos e Homens, e prosseguido por Hildebrando Pontes, José Mendonça e outros historiadores.

 

__________________

Guido Bilharinho é advogado em Uberaba e autor de livros de literatura, cinema, estudos brasileiros, História do Brasil e regional editados em papel e, desde setembro/2017, um livro por mês no blog https://guidobilharinho.blogspot.com.br/

 

Publicidade

Anuncie