Fundação Cultural lança vídeo para comemorar registro de Cultura LGBT+ como Patrimônio Cultural de Uberaba

A Fundação Cultural lançou hoje, 01 de dezembro, um vídeo para comemorar o registro da Cultura LGBT+ que agora é Patrimônio Imaterial Cultural de Uberaba. O decreto foi e assinado pelo prefeito Paulo Piau e o presidente da Fundação Cultural de Uberaba, Marcelo Palis.

Conforme repassado à Folha Uberaba, a documentação necessária para o registro foi organizada pela historiadora Maria Aparecida Manzan, a cientista social Lucimira Reis e a chefe do Departamento de Fomento à Cultura e Patrimônio Histórico, Maria Thereza Oliveira.

O movimento LGBT+ da cidade foi registrado com Patrimônio Cultural de Uberaba devido as extensas atividades do segmento como a Parada do Orgulho LGBT+ da cidade, que envolve cerca de 20 mil pessoas anualmente e acontece desde 1989; o Bloco da Maria Giriza, que desfila há 31 anos no carnaval uberabense e é ocupado pelas diversas identidades sexuais; o concurso Miss e Mister LGBT+; e a presença das drag queens em Uberaba desde a década de 1950, consideradas “personas carregadas de signos políticos e culturais”.

O vídeo está disponível nas redes sociais de instituição Facebook, Fundação Cultural de Uberaba, Instagram @culturauberaba e YouTube Cultura Uberaba.

Publicidade

Anuncie