Doações do Banco de Leite Humano de Uberaba cresceram durante a pandemia

A doação de leite materno é muito importante para bebês internados em UTI e quando as mães não conseguem amamentar naquele momento. Segundo o Ministério da Saúde, um litro de leite materno doado pode alimentar até 10 recém-nascidos por dia, dependendo do peso do prematuro. Conforme repassado à Folha Uberaba, em Uberaba, o trabalho do Centro de Atendimento Integral à Saúde da Mulher (Caism)/Banco de Leite Humano segue em livre demanda durante a pandemia do coronavírus para orientação e doações a fim de que os bebês continuem recebendo o leite materno.

De acordo com os dados do Caism, Uberaba seguiu o caminho contrário da tendência de todo o País durante a pandemia. Na Cidade foi registrado aumento nas doações, enquanto o Ministério da Saúde apontou queda de 32% na quantidade de litros de leite doados no Brasil, comparado ao mesmo período de anos anteriores.

Segundo a responsável técnica do Banco de Leite, Márcia Alves Pereira, até esta quinta-feira (30), o Banco contava 84,31 litros de leite no estoque. “Graças às campanhas e também pelo fato de as mães estarem em casa por causa da pandemia, estamos com um estoque bom. Temos 50 doadoras cadastradas e a procura para doação continua boa. Estamos conseguindo atender ao Hospital de Clínicas da UFTM totalmente”, relata Márcia. Ela ressalta que estes números são parciais de julho, visto que o mês ainda não encerrou, podendo aumentar ainda mais.

Dados divulgados em maio apontam que o Banco contabilizava 30 litros no estoque ao fim do mês, frente a 17 litros em abril, sendo 43 doadoras cadastradas no Caism ao final de maio. Márcia explica ainda que as normas técnicas de segurança seguidas são rígidas tanto por quem trabalha no Banco de Leite quanto para utilização do produto (leite). Um acesso específico para o Banco de Leite foi providenciado para isolá-lo do restante da estrutura do Caism e evitar contato entre as pacientes e riscos de contaminação. “Entra apenas uma mulher por vez, observadas todas as medidas de higienização entre os atendimentos, e a equipe utiliza os Equipamentos de Proteção Individuais, EPIs”, diz a responsável técnica.

O ambulatório permanente de manejo em aleitamento materno do Caism auxilia mulheres em caso de dúvidas, dificuldades ou insegurança sobre qualquer assunto relacionado ao aleitamento, incluindo orientações sobre o desmame e sobre a doação. O Caism fica na Avenida Leopoldino de Oliveira, 1160, Parque do Mirante. O contato também pode ser feito pelo telefone 3332-0559.

Publicidade