Cresce o número de jovens aprendizes contratados por empresas em Uberaba

Número de jovens aprendizes, com idade entre 14 a 24 anos, contratados por meio da Fundação de Ensino Técnico Intensivo “Dr. Renê Barsam” – FETI /PROBEM cresceu nos últimos tempos. Dados da Diretoria Pedagógica da Instituição apontam que  somente no mês de junho foram contratados 70 aprendizes por empresas de renome da cidade.  

“Esses contratos reforçam o crescimento dos postos de trabalho formais e o comprometimento da Instituição no quesito qualidade e credibilidade. Os nossos parceiros sempre apostam nos nossos profissionais e não deixam de substituir os adolescentes que concluem os contratos por um novo aprendiz”, comemora o presidente da FETI, Eduardo Callegari.

A diretora pedagógica da instituição, Sonia Manzan destacou o cenário nacional avaliando que “esse momento reflete o início de um quadro favorável”, conta Manzan. Ela destacou ainda que o Jovem Aprendiz é benéfico, não apenas para o aprendiz, mas para a empresa no cumprimento  das exigências previstas na Lei 10.097/2.000 que prevê a contratação de jovens com idade entre 14 e 24 anos como aprendizes.

“Nós, além de ajudarmos as empresas a cumprirem a legislação, contribuímos para a geração de renda e formação social e profissional desses jovens que se tornam cidadãos plenos e que aprendem sobre valores, criticidade, responsabilidade e comprometimento com o coletivo”, salienta a responsável pedagógica da FETI.

Informações – De acordo com a Lei 10.097/2000, o contrato de trabalho dos jovens com idade entre 14 a 24 anos pode durar até dois anos e, durante esse período, o jovem é capacitado na instituição formadora e na empresa, combinando formação teórica e prática.

Publicidade

Anuncie