Coluna Mozart Jr. Sem Censura




Palavras
A burrice é diferente da ignorância. A ignorância é o desconhecimento dos fatos e das possibilidades. A burrice é uma força da natureza.
Nelson Rodrigues

 

Comunicação
A semana começou com o assunto comunicação fervilhando. Na segunda a noite recebi o honroso convite do presidente do PSB local Irizon Amaral para falar um pouco sobre o tema com pré-candidatos a vereador pelo partido. Apesar de estar longe do nível dos outros palestrantes dei minha pequena contribuição.


Seguindo o tema

E o tema também esteve muito presente no programa desta terça feira na rádio Terra FM. Eu e Paulo Garcia recebemos o secretário de comunicação do município, Denis Silva.  O secretário se dispôs a ser sabatinado pelos apresentadores e principalmente pelos ouvintes do programa e sem filtro como é característico.


Ouvintes
O programa foi muito concorrido, telefone não parou um minuto e a maioria das pessoas com demandas diversas, todas atendidas com atenção pelo secretário que se comprometeu a avaliar os casos pessoalmente.


Criticas
Como não poderia deixar de ser muita gente ligou para fazer as críticas que seriam destinadas ao prefeito ou mesmo a outros secretários e foram ouvidos e tiveram várias questões esclarecidas.


Desmentido
O secretário não fugiu da raia e falou sobre as supostas perseguições realizadas pelo governo Paulo Piau e em especial a ele próprio como executor de algumas das tarefas sujas como no caso de radialista que postou grande texto de desabafo nas redes sociais. Denis não só se defendeu como garantiu que entregou a justiça esse caso e que a versão do radialista é falsa, tendo inclusive o diretor da rádio como testemunha do secretário em processo que corre na justiça.


Compras
O secretário negou também que tivesse participado de negociação com algum dos ex-críticos do prefeito que passaram a elogia-lo, mas não negou que existem figuras que estão buscando vantagem quando fazem críticas gratuitas e muitos dos que passaram a criticar de forma contundente e constante até outro dia pediam algo para fazer o oposto.


Diversidade
Os assuntos abordados foram muito diversificados e o secretário não tinha como ter resposta para tudo, porem para muita gente ele mostrou bom conhecimento da máquina administrativa e para muitos outros pareceu um verdadeiro bagre ensaboado.


Terceirização
Questionei sobre a terceirização de veículos e ele novamente falou da questão da agilidade para manutenção que não seria conseguida com frota própria por conta da burocracia e explicou que é exatamente esse o entrave, por exemplo, no caso da falta de alguns medicamentos especiais que algumas pessoas precisam.


Bagunça
Questionei sobre a bancada da bola e as denúncias de mordomias na secretaria de esportes, o secretário garantiu que não conhecia o caso e que iria investigar e caso confirmasse abriria um processo administrativo.


Transito
O transito esteve entre um dos assuntos mais questionados, em diversos pontos da cidade, uma coisa chamou atenção aí: O secretário anotou todos os endereços e se comprometeu a conferir pessoalmente cada caso e no caso dos semáforos na avenida Lucas Borges que tanto tem incomodado os fabricianos, ele foi logo que o programa chegou ao fim.


Adversários
Como não poderia deixar de ser, adversários políticos declarados também ligaram e fizeram questionamentos. Foram ouvidos com atenção e ficou claro que ali havia uma certa confrontação de ambas as partes com sentido partidário total.

 

Política
A campanha política não poderia ficar fora do assunto, porém mais uma esquiva aí, ele disse que não poderia responder pelo prefeito e prometeu que ele estará lá em outra oportunidade. Apesar disso, afirmou de forma categórica que não procedem certas informações por aí de que pessoas, agindo em nome da prefeitura, estariam oferecendo vantagens a pré-candidatos.


Cargos
Denis também falou sobre a questão dos cargos comissionados e segundo ele, o número hoje é menor do que quando o prefeito assumiu, sendo que apresentou justificativa para pelo menos a metade dos números apresentados como essenciais.


Monitoramento
O secretário não negou que a prefeitura esteja monitorando as redes sociais, ou se preparando para isso com vistas a eleição que se aproxima. Ele reconhece que as redes sociais terão um peso muito grande nesse processo e negou que a prefeitura tenha qualquer fake pago por ela para defender o prefeito.


Felizes para sempre
O encontro serviu também para parar arestas entre o diretor da rádio Gleibe Terra Jr. que por sua ligação com o ex-prefeito Anderson Adauto adversário natural da equipe da qual o secretário faz parte. Os dois acabaram se entendendo novamente e concordaram que as diferenças partidárias não devem nunca separar as pessoas. Ponto para os dois.

Publicidade

Anuncie