Coluna Mozart Jr.

Palavras
A liberdade de eleições permite que você escolha o molho com o qual será devorado.
Eduardo Galeano


Caro

Um vídeo distribuído pelas redes sociais onde o radialista Paulo Garcia, durante uma entrevista do secretário de saúde Iraci Neto, supostamente estaria vendo vídeos pornográficos, promete render. Quem conhece o radialista sabe que ele não iria deixar barato. Imagem: reprodução WhatsApp

Registro
De posse do vídeo original, onde não existem as referidas imagens propagadas, Garcia já registrou boletim de ocorrência contra o autor da "brincadeira de mau gosto" e arrolou os principais distribuidores do material. Segundo a conversa que tive com ele, original do vídeo foi entregue para ser periciado e poder comprovar que as imagens distribuídas são uma montagem. Agora é aguardar as cenas dos próximos capítulos...

 
Dor de cabeça
Uma coisa é certa, caso confirmado tratar-se de montagem, vai dar muita dor de cabeça para os responsáveis pela "brincadeira". E inclusive pode gerar indeinzação para a parte ofendida...


Avante
Estive no lançamento da pré-candiatura do empresário Leandro da imobiliária Visão e tive a oportunidade de conversar com várias pessoas ligadas a política local, a maioria a oposição. O que pude desprender das observações é que a oposição enfrenta dificuldades em se alinhar por conta de diferenças pessoais e também de vaidades.

 
Desgaste
Durante a apresentação do cerimonial, um mal estar foi gerado por conta de não terem chamado á frente o Sr. Jair Pereira, até então tido como presidente provisório do partido. Jair se mostrou bastante magoado com a situação e até fez postagens nas redes sociais, segundo ele, após o fato, o empresário ligou várias vezes para tentar contornar o mal estar. Uma coisa é certa, o Sr. Jair merecia, pela sua luta, um pouco de consideração pelo pessoal que está assumindo o partido, isso é fato. Afinal, o deputado André Janones fez sua primeira incursão na cidade por intermédio dele, isso deveria ser levado em conta agora, mas, em política...
 
Comandante in capo
Falei certa vez aqui que, um grupo que começava a se formar foi desmanchado porque, segundo os próprios membros, o ex-ministro Anderson Adauto, se intitulou líder e passou a querer dar as diretrizes, a época o ex-deputado Lerin confirmou e disse que isso fez com que o grupo desandasse.


Segue
Parece que não mudou muita coisa na história. A oposição ainda vive suas divergências e com isso, acaba perdendo tempo e espaço nessa corrida. Alguns grupos parecem ter percebido isso e começam a tentar se alinhar. No evento do Avante isso ficou bem claro.

 
Mariscal
Segundo fontes da Coluna, apesar de um afastamento temporário, o vereador Thiago Mariscal é visto com muitos bons olhos pelo pessoal do Avante e há sim, a possibilidade de um entendimento maior, talvez isso possa esbarrar nas pretensões, se confirmadas, do vereador em disputar o executivo.
 

Inimigos
Também não é segredo de ninguém que, o vereador fez inimigos recentemente e segundo fontes, isso pode se tornar um estorvo para ele mais a frente. Para quem está acompanhando o nível em que estão as coisas a oito meses do pleito, pode imaginar o que vem por aí.  

 
Bomba
O empresário, mais conhecido como homem bomba, Ricardo Teles, fez uma postagem hoje, solicitando que alguém faça chegar ao governador Romeu Zema, a informação do dinheiro perdido pelo Estado com o fato de muitos mineiros estarem atravessando as fronteiras para abastecer em estados vizinhos. Mostrando que já está sabendo jogar o jogo político, Ricardo aproveitou as declarações em redes sociais do presidente Bolsonaro em que ele acusa os governadores pelo fato de não conseguirem abaixar os preços dos combustíveis.
 

Leitores
Leitor da Coluna solicitou que registrasse sua surpresa com a matéria publicada na Folha Uberaba e em outros meios, sobre a viagem da secretária de educação Silvana Elias a Brasília, para representar o prefeito exatamente na luta contra o piso da categoria da qual ela faz parte. A fala do leitor Rogério de Sousa Lima, encontrou eco em diversas manifestações de professores, alguns inclusive aproveitaram para lembrar a resposta dada nas urnas ao ex-governador Fernando Pimentel e outros pela indiferença com a categoria. Na última coluna falei sobre essa questão e sobre essa classe ser uma classe aparentemente invisível para os políticos.

 
Mais uma
Em outra mensagem, foi questionada mudança adotada pela secretaria municipal de educação, onde segundo a denúncia, os pedagogos terão que cumprir 30 horas semanais e estão impedidos de dobrar turno.  Ainda segundo a denúncia, isso foi decidido em reunião interna, o que é mais preocupante.
 
 
Resposta
Em resposta, a secretaria de educação informou que, existe uma comissão para tratar da carga horária junto aos pedagogos e a proposta contou sim com a participação dos representares da classe.


Proposta
Segundo a nota, a proposta é que os pedagogos trabalhem 20 horas em sala de aula e as 10 horas, seriam de 1/3 de extraclasse que até então eles não tinham. Segundo a secretaria, isso dará oportunidade de trabalharem em reuniões, planejamentos, assuntos amplamente discutidos com a classe. Caberá ao pedagogo, escolher entre ficar como está ou mudar para o cargo de 30 horas, não há obrigatoriedade para nenhum profissional.

Publicidade

Anuncie