Circuito Cultural Praça Rui Barbosa chega à última edição

O projeto foi realizado desde o mês de junho e a intenção é levá-lo a mais praças da cidade

Nesta sexta-feira (1º de agosto), o Circuito Cultural Praça Rui Barbosa chega à sua última edição trazendo quatro atrações. As atividades têm início às 17h, com o Sarau de Poesia e a oficina de modelagem com argila. Às 17h40, tem a peça teatral: “E por falar em loucura.com”, da Cia Gramophone de Teatro e Música. Logo após, às 18h40, tem a peça “Cotidiano”, da Cia Head de Dança e Teatro, que encerra o circuito após dois meses de atividades na Praça Rui Barbosa. O projeto é uma realização da Prefeitura de Uberaba, por meio da Fundação Cultural.

O Sarau de Poesias será realizado por Dimas da Cruz Oliveira, membro da Academia de Letras do Triângulo Mineiro, que vai declamar poesias de grandes nomes da literatura, como Goethe, Charles d’Orleans e Giuseppe Verdi. O objetivo é fomentar o conhecimento, a educação e o lazer por meio da literatura.

A oficina de modelagem com argila, que também começa às 17h, atenderá de acordo com o nível de conhecimento dos participantes, podendo ser elementares ou mais avançadas. Serão 12 vagas e os inscritos poderão levar para casa as peças produzidas. Além disso, paralelamente à oficina, acontecerá uma exposição de peças de cerâmica.

Um dos oficineiros é o ceramista Antônio Cleofas, que trabalha com cerâmica em Uberaba desde 1986. Em 2009, fundou uma comunidade familiar de artistas, artesãos e permacultores firmada em princípios de livre-educação, a Vila Barroló. Em 2008, foi homenageado como cidadão honorário da cidade, em reconhecimento aos serviços prestados ao município. Ele ministrará a oficina com seu filho Jezreel Braga, que também possui grande experiência em oficinas com cerâmica.

Teatro e Música na Praça
Às 17h40, a Cia Gramophone de Teatro e Música traz ao público o espetáculo “E por falar em loucura.com”, uma comédia focada no absurdo da vida cotidiana. Um turista espacial vem conhecer o Planeta Terra e, sem ser visto, vai assistindo à loucura do mundo atual. A peça, que é uma adaptação do texto “A mente capta”, de Mauro Rasi, é permeada por humor e irreverência, envolvendo a plateia e despertando reflexões.

Às 18h40, o público vai assistir à peça teatral “Cotidianos”, promovida pela Cia Head de Dança e Teatro. A ideia central do espetáculo, dirigido por Cleber Fernandes, é somar várias linguagens artísticas para provocar questionamentos e posicionamentos no mundo em que vivemos. A peça é composta por artistas que se entrelaçam com a dança, o teatro e as artes plásticas, com o objetivo de despertar aproximações e interações entre as pessoas presentes, sejam elas artistas ou não.

A presidente da Fundação Cultural, Sumayra Oliveira, afirma que o Circuito Cultural Praça Rui Barbosa chega ao fim com saldo positivo. “Percebemos a necessidade de ocupação inteligente da Praça Rui Barbosa, portanto, elaboramos o projeto Circuito Cultural, que pelo sucesso continuará, com certeza! Atingimos o  objetivo de explorar a diversidade cultural com opções interativas e abertas ao público, levando a reflexões do cotidiano e a sentimentos coletivos. Acredito que mudamos por dois meses a vida no entorno desse espaço urbano”, observa Sumayra Oliveira.

Publicidade