Cemig avança na construção de subestação em Uberaba

Empreendimento vai atender a cervejaria que está em construção no município

A Cemig está realizando importantes obras no Triângulo Mineiro para ampliar a oferta de energia aos atuais e novos clientes. Entre elas, destaque para a construção de uma subestação (SE) na Região Sul do município, a SE Uberaba 11. A obra, que teve início em janeiro deste ano, está em fase adiantada e vai atender a futura fábrica da Cervejaria Petrópolis situada no município.

O custo total do empreendimento é de R$ 7 milhões, sendo R$ 1 milhão por parte da Cemig e os demais R$ 6 milhões por parte da Cervejaria Petrópolis. A disponibilização da nova SE para o cliente vai ajudar a movimentar a economia local e gerar mais desenvolvimento para Uberaba e região.

“Essa é uma obra muito importante, que vai viabilizar a produção e consequentemente benefícios diretos e indiretos para a população, como a geração de empregos e fomento da economia do município”, avalia Daniel Borges Ricardo, engenheiro de empreendimentos da Cemig.

Além da subestação, o investimento contempla a construção de um trecho de 1,7 km de linha de distribuição de energia a partir de derivação da linha de distribuição Uberaba 6 – Usina de Igarapava, que interliga as subestações de mesmo nome em 138 kV.

A construção da subestação SE Uberaba 11 contempla modernas soluções tecnológicas adequadas às exigências regulatórias e vai ampliar a oferta de energia necessária ao desenvolvimento da região.

Outros investimentos na região

Cinco novas subestações – Pedrinópolis, Nova Ponte 2, Prata 1, Lagoa Formosa 2 e Campos Altos foram entregues nos últimos anos, ampliando em 60 MVA (mega-volt-ampére) a disponibilidade de energia para atender os atuais e novos clientes. A construção das subestações Serra do Salitre e Romaria está em andamento e vai disponibilizar mais 30 MVA ao sistema elétrico da região.

As subestações Araguari 2 e Uberaba 4 também passaram por melhorias. Outras subestações estão em fase de planejamento para garantir o suporte necessário ao desenvolvimento da região nos próximos anos. Destaque para uma nova subestação em Uberaba, que deve ser construída às margens da rodovia MG-427, e outra em Uberlândia, na região sul da cidade. As duas instalações terão arranjos semelhantes e vão disponibilizar mais 100 MVA quando estiverem concluídas.

Publicidade