Caism pede doações de frascos para Banco de Leite Humano

Coleta de leite aumentou mais de 100% na pandemia

A doação de leite materno é muito importante para bebês internados em UTIs e quando as mães não conseguem amamentar naquele momento. Em Uberaba, o trabalho do Centro de Atendimento Integral à Saúde da Mulher (Caism)/Banco de Leite Humano seguiu em livre demanda durante a pandemia do coronavírus para orientação e doações. A doação de embalagens de vidro com tampa de plástico (como de café solúvel Nescafé), no entanto, também é importante para que os bebês continuem recebendo o leite materno.

Além disso, é uma forma de a população em geral também participar e colaborar com o Banco de Leite, reaproveitando e doando esses frascos, que são esterilizados e utilizados para a coleta, armazenamento, pasteurização e encaminhamento do leite materno para o hospital, segundo a gerente do Caism, Natália D’Amico.

Ela explica que na unidade há grande demanda por estas embalagens, que não podem ser utilizadas se estiverem arranhadas ou trincadas e são fundamentais na coleta, processamento e distribuição de leite humano. “Durante a pandemia a coleta de leite do Banco aumentou em mais de 100%. Estamos com cerca de 120 litros de leite prontos para consumo, então precisamos desses frascos para encaminhar o leite para o Hospital de Clínicas, conforme a demanda”, explica Natália.

A gerente orienta que as pessoas interessadas em doar os frascos procurem o Caism, onde o Banco de Leite está localizado, na Avenida Leopoldino de Oliveira, 1160, Parque do Mirante.

Publicidade

Anuncie