Zoonoses realizou mais de 750 mil visitas dentro das ações de combate às arboviroses em 2018

Foram coletados mais de 838 toneladas de pneus e quase 91 toneladas de materiais inservíveis durante o ano.

Prefeitura Municipal de Uberaba, por meio da Secretaria de Saúde (SMS), apresentou nesta sexta-feira (14) os dados do trabalho de controle das arboviroses realizado em 2018 e planejamento das próximas ações. Estiverem presentes representantes das diretorias da SMS, das Unidades de Pronto Atendimento (UPA), Secretaria de Defesa Social, Trânsito e Transportes (Sedest), Secretaria de Serviços Urbanos (Sesurb), Secretaria de Meio Ambiente (Semam), Comunicação, entre outros. A reunião faz parte do cronograma de atividades do Comitê Municipal de Enfrentamento da Dengue, Chikungunya e Zika Vírus para mobilização interna da PMU e de instituições privadas para o combate ao Aedes aegypti, principalmente no período de intensificação da proliferação do mosquito.

Segundo dados apresentados pelo Departamento de Controle de Endemias e Zoonoses da SMS, 758.298 visitas de rotina nos imóveis de Uberaba foram realizadas em cinco ciclos durante 2018, com 117 Pontos Estratégicos (ferros velhos, grandes borracharias, clubes desativados, etc.) cadastrados; 185 borracharias parceiras para a coleta de pneus, sendo coletadas mais de 838 toneladas do material. Foram realizadas capacitações dos Agentes de Controle de Endemias em julho, com reposição de uniformes e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), além de ações de mobilização, entre palestras, panfletagens, teatros de fantoches, entre outros.

No Mutirão de Limpeza, realizado entre 08 de fevereiro e 12 de maio, foram visitados 29 bairros e recolhidos quase 91 toneladas de materiais inservíveis, que poderiam se tornar focos do Aedes aegypti, e 121 bairros foram visitados pelo UBV pesado (fumacê) no mesmo período.

O secretário de Saúde, Iraci de Souza Neto, destacou que o trabalho integrado entre os diversos setores da SMS, Prefeitura, instituições públicas, representantes da sociedade civil e organizações não governamentais é importante para organizar os trabalhos, discutir as ações realizadas, dificuldades enfrentadas e orientar as ações para o próximo ciclo de chuvas, que vai até meados de abril. “O serviço não pode parar. Esses dados são importantes para identificarmos e monitorarmos os pontos que precisam de mais atenção, fazendo a parte tanto de prevenção, quanto combate e controle das arboviroses transmitidas peloAedes”, acentua Iraci.

A chefe do Departamento de Controle de Endemias e Zoonoses, Lara Rocha Batista, explica que os dados permite a visualização do que foi feito durante o ano, ações, índices, quantidade de notificações durante o acompanhamento dos trabalhos, já indicando o planejamento para o ano seguinte. “Nos meses de novembro e dezembro já começamos a nos preparar para o período de maior sazonalidade das arboviroses, por questão da proliferação do mosquito, por ser um período mais propício com alta umidade e temperaturas elevadas também”, aponta Lara.

Em 2018 foram realizados quatro Levantamentos de Índice Rápido de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa) em Uberaba. O primeiro índice, em janeiro, foi de 8,7%, com os principais focos dentro das casas. Em abril, após diversas ações, o índice foi de 3,7%. O índice de infestação apontado na pesquisa de agosto foi de 1,3%, enquanto o último LIRAa do ano, em outubro, indicou que 2,99% dos imóveis encontram-se infestados pelo Aedes aegypti. O valor de outubro, representa situação de alerta para Uberaba.

O secretário destaca a importância do papel da sociedade e da comunidade para evitar o acúmulo de possíveis criadouros do mosquito em casa. “Todos os ciclos do LIRAa sempre apontam uma taxa entre 75 e 85% dos focos dentro das residência, então estamos fazendo a nossa parte, mas precisamos do apoio da população. Já na próxima semana, realizaremos uma ação com foco nos terminais de ônibus de Uberaba, por serem áreas de grande circulação de pessoas”, ressalta.

Mobilização Social. Entre os dias 17 e 20 novembro, uma equipe do Departamento de Controle de Endemias e Zoonoses, em parceria com a Secretaria de Defesa Social, Trânsito e Transportes, por meio da Superintendência de Transporte Público, realiza ações de conscientização sobre as arboviroses transmitidas pelo Aedes aegypti nos terminais de ônibus de Uberaba. Cada dia, durante o período da manhã, a equipe estará em um dos terminais com um teatro explicativo para mobilizar a população.

A chefe do Departamento de Controle de Zoonoses e Endemias explica que será feita a abordagem das pessoas, explicando sobre as doenças e que a peça de teatro irá ilustrar sobre possíveis criadouros dos mosquitos e ações que a população pode tomar. “Queremos transmitir para a população a importância da responsabilidade de cada um dentro da sua casa, para que entendam que não depende só do serviço público para o controle das arboviroses. Cada um tem a sua importância e a sua participação dentro do ciclo de prevenção dessas doenças”, esclarece Lara.

Na segunda-feira, dia 17, a equipe estará no Terminal Univerde, das 08h às 12h. enquanto na terça (18), será a vez do Terminal Manoel Mendes. No dia 19, a mobilização será no Terminal Beija Flor, com o Terminal Gameleira sendo o último a receber a ação no dia 20.

Publicidade

Anuncie