Zoonoses inicia trabalho com fumacê nesta segunda-feira

Serviço percorrerá os bairros que apresentaram maior índice no LIRAa de janeiro em conjunto com os motofogs
 
Secretaria Municipal de Saúde, por meio do Departamento de Controle de Zoonoses e Endemias, intensifica as ações de combate e prevenção ao Aedes aegypti em Uberaba nesta segunda-feira (11). Quatro equipes irão percorrer 55 bairros da cidade com o fumacê (UBV Pesado), agindo contra os mosquitos adultos nos bairros com maiores índices do LIRAa.  Esse recurso será utilizado visando à diminuição da população adulta do mosquito, complementando as ações de rotina permanentemente desempenhadas pelos agentes de combate a endemias.
 
Os percursos serão feitos em dois períodos do dia, das 05h às 07h e das 17h às 22h, assim como os motofogs, de segunda a sexta, seguindo um cronograma de quatro ciclos, em quatro semanas consecutivas.  Nesta segunda, as equipes do fumacê percorrerão os bairros Alfredo Freire, Olinda, Mercês, Tutunas e Jardim Uberaba. 
 
Segundo a chefe do Departamento de Controle de Endemias e Zoonoses, Lara Rocha Batista, o trabalho em quatro ciclos é orientado a partir de um critério técnico e orienta que a população deixe portas e janelas abertas quando as caminhonetes com o fumacê passarem, para melhorar o desempenho do inseticida, proporcionando a eliminação dos mosquitos ali presentes. “Essa repetição é para eliminar os mosquitos adultos de maneira mais eficaz. Se passarmos uma vez nesses locais com infestação alta, conseguimos matar os Aedes adultos. Na próxima semana, quando as larvas viram adultos, precisamos passar de novo e de novo na outra semana. Por isso, estamos sempre repetindo que precisamos do apoio da população para eliminar os focos, para evitar que tenha a larva”, explica Lara.  
 
Fumacê - é o nome popular da atividade de bloqueio do mosquito, a qual necessita de um carro com uma bomba para pulverizar o inseticida através do uso de equipamentos de Ultra Baixo Volume (UBV). Nele, o equipamento realiza pulverizações em aerossol a frio, de modo a se tornar uma espécie de neblina no ambiente, que deixa o produto suspenso no ar. O mosquito, ao passar por essa neblina, é atingido pelas partículas do inseticida e eliminado.
 
Durante a realização dos trajetos das caminhonetes com o fumacê, a chefe do Departamento de Controle de Endemias e Zoonoses, Lara Rocha Batista, pede paciência dos moradores, pois o pulverizador do fumacê só fica voltado para um lado. “Então, durante o trajeto, para atender os dois lados da rua, em alguns momentos a caminhonete precisa circular na contramão. Por isso, pedimos a atenção da população, pois precisamos jogar o inseticida dos dois lados”, destaca Lara.
 
Cronograma – Nesta terça, dia 12, o fumacê irá percorrer os bairros Residencial Colibri II, Jardim Marajó II, Pontal, Umuarama, Valim de Melo I, Volta Grande durante a manhã, e Parque das Américas, Vila Raquel, Santa Maria durante a tarde. Na quarta (13) de manhã, irão percorrer Parque dos Girassóis II, São Sebastião, Abadia e Morada das Fontes enquanto à tarde será a vez do Leblon, São Vicente, Parque São Geraldo, Abadia. 
 
Na quinta-feira (14), das 05h às 07h, o fumacê percorre o Gameleira II, Parque das Gameleiras II, Jardim Anatê, Jardim Alvorada e Silvério Cartafina enquanto das 17h às 22h, o percurso será nos bairros Residencial 2000, Parque do Mirante, Frei Eugênio, Fabrício, Jardim Espírito Santo, Vila São José e Jardim São Bento. Já na sexta-feira (08), das 05h às 07h, os fumacês iniciam os trabalhos no Parque das Gameleiras, Terra Nova, Antonio Caiado, Morada do Sol, Guanabara e Residencial Estados Unidos II, enquanto no período da tarde/noite, das 17h às 22, o percurso será novamente no Parque das Gameleiras, Josa Bernadino, Amoroso Costa, Mangueiras, Jardim Indianópolis, Jardim Triângulo, Vila Arquelau, Portal do Sol, Antonia Cândida e Jardim Manhattan.
 
Na segunda, dia 18, as caminhonetes reiniciam os trajetos, que serão repetidos por quatro semanas, lembrando que o Departamento de Controle de Zoonoses e Endemias não faz agendamentos para realizar o fumacê. Em casos de dúvidas, denúncias e solicitações, o atendimento ocorre pelo disque dengue no 3315-4173.

Publicidade