Último LIRAa de 2018 começa na próxima segunda-feira

Levantamento de Índice Rápido de Infestação do Aedes Aegypti ajuda a direcionar trabalhos da Zoonoses

O último Levantamento de Índice Rápido de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa) de 2018 começa na segunda-feira (15) e vai até 19 de outubro. O trabalho da Prefeitura Municipal de Uberaba, por meio do Departamento de Controle de Zoonoses e Endemias da Secretaria de Saúde, já realizou o levantamento três vezes este ano, em janeiro, abril e agosto. 164 agentes estarão envolvidos nas visitas aos imóveis, que acontecerá entre 7h e 13h.

O LIRAa é  uma metodologia que ajuda a mapear os locais com altos índices de infestação do mosquito aedes aegypti , e consequentemente, alerta sobre os possíveis pontos de surto das arboviroses. No levantamento de janeiro, o índice de infestação no Município foi de 8,7%, enquanto em abril caiu para 3,7%. No  LIRAa de agosto o índice de infestação em Uberaba foi para 1,3%.

De acordo com a chefe do Departamento de Controle de Endemias e Zoonoses, Lara Rocha Batista, é importante que as pessoas recebam os agentes. “Precisamos da colaboração da população para termos diagnóstico da situação. Com as informações do LIRAa, a própria população toma conhecimento da incidência do mosquito em seu bairro e pode tomar medidas para se prevenir das arboviroses”.

Para a realização do LIRAa, a cidade é dividida em estratos, cada um contendo de 9 a 12 mil imóveis.  Os quarteirões são selecionados por  programa de computador, o qual indica quantos e quais os quarteirões a serem trabalhados. Em cada quarteirão são pesquisados um a cada cinco imóveis. Em Uberaba são 14 estratos/5478 quarteirões. Os agentes de combate a endemias visitam as casas selecionadas e realizam a busca por larvas, as quais são encaminhadas ao laboratório para identificação.

Os estratos com índices de infestação predial inferiores a 1%, não apresentam risco. Já aqueles com índice de infestação entre 1% e 3,9% são considerados como situação de alerta. Considera-se o risco de surto de dengue quando o índice de infestação é maior que 4% dos imóveis pesquisados.

Publicidade

Anuncie