Uberaba participa do lançamento do XXI Encontro Nacional dos Comitês de Bacias Hidrográficas

Evento em Curitiba (PR) também contou reunião do colegiado do Fórum Nacional de Comitês de Bacias Hidrográficas

A Prefeitura de Uberaba, representada pelo secretário adjunto de Meio Ambiente, Marco Túlio Prata, participou na terça-feira (4), em Curitiba (PR), do lançamento oficial do XXI ENCOB - Encontro Nacional dos Comitês de Bacias Hidrográficas – que ocorrerá em outubro de 2019, na cidade de Foz do Iguaçu (PR). O evento também contou com a presença do secretário de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Paraná, Antônio Carlos Bonetti, o coordenador geral do Fórum Nacional de Comitês de Bacias Hidrográficas, Hilderaldo Buch, além de representantes de outros estados.

Durante o lançamento em Curitiba foram discutidos diversos assuntos relacionados ao ENCOB 2019, como sugestões de datas para o evento, temas relevantes e como os Comitês estarão inseridos na programação. Segundo Marco Túlio, também foi definido o novo calendário de reuniões para tratar das ações políticas sobre os recursos hídricos, no próximo ano. “Com as mudanças de governo, em muitos estados, inclusive, em Minas Gerais, é preciso definir como os Comitês, que são parte dos órgãos estaduais, farão essa interlocução com os novos governantes, já a partir do início do ano que vem”, explicou.

Nesta quarta-feira (5), o secretário adjunto participou ainda de uma reunião do Colegiado coordenador do Fórum Nacional de Comitês de Bacias Hidrográficas. No encontro foi proposto que os Fóruns Estaduais se reúnam o quanto antes com os novos representantes de cada estado para traçarem os planos e ações relacionados à recuperação de nascentes, gestão de recursos hídricos entre outros assuntos pertinentes ao Meio Ambiente. “Fizemos esse planejamento da agenda política de 2019, para que a partir de janeiro, com a nomeação dos novos secretários estaduais de meio ambiente, a gente consiga dar andamento aos trabalhos que vem sendo desenvolvidos nos Comitês de Bacias Hidrográficas, em todo Brasil”, concluiu Marco Túlio.

Publicidade

Anuncie