Tudo o que você precisa saber antes de tirar o siso

 

Para evitar o inchaço coloque uma bolsa de gelo sobre o local.O terceiro molar, popularmente conhecido como dente do siso ou dente do juízo, é muito famoso pela sua alta indicação de extração, que consiste em um procedimento cirúrgico que pode ser simples e rápido até uma extração que precise cortar gengiva, osso e, algumas vezes, partir o dente ao meio para ser realizada. Por esse motivo o “siso” é um dos dentes que causam medo a alguns pacientes.

Existem alguns cuidados pré e pós-cirúrgicos que minimizam intercorrências durante e depois da extração. A função do cirurgião dentista é realizar um planejamento correto, com auxílio de radiografias e/ou tomografias, e orientar esses cuidados corretamente.



Como saber se é necessário extrair o siso?

O dente do siso erupciona entre os 16 e 20 anos de idade e a melhor maneira de saber se é indicado extrair é passar em uma consulta odontológica. Os principais motivos são: falta de espaço para erupção, dificuldade de higienização devido a posição que facilita a cárie e inflamação na gengiva como pericoronarite. Podemos prevenir qualquer problema antecipando a extração com um acompanhamento radiográfico, ou seja, tendo o diagnóstico antes de ocorrer o problema.

As recomendações pré-cirúrgicas são:

- Realizar uma anamnese detalhada, que são perguntas sobre a saúde geral e bucal do paciente. Ex: alergia a algum medicamento

- Receitar medicação prévia. Ex: antibiótico para prevenir infecções.

- Limpeza da face e pêlos do rosto.

- Enxague da boca com anti-sépticos. Ex: Clorexidina a 0,2%

As recomendações pós-cirúrgicas são:

- Devido à anestesia, não fique mordiscando ou apertando os lábios e a língua.

- Colocar bolsa com gelo sobre o local operado por algumas horas. Evitando inchaço em demasia.

- Manter repouso com a cabeça mais elevada que o resto do corpo pelas primeiras 24 horas. Evitando que o sangue vá para a cabeça.

- Não fazer bochecho pelas primeiras 24 horas, após esse período a boca pode ser enxaguada suavemente. Evitando a retirada do coágulo que está se formando, ajudando na cicatrização.

- Não realizar esforços físicos, pois isto acelera os batimentos cardíacos e aumenta o sangramento no local operado.

- Alimentar-se bem e de preferência alimentos frios ou gelados, líquidos ou pastosos. O calor da comida pode estimular o sangramento, já o gelado ajuda na cicatrização. Ex: sorvete e vitamina gelada.

- Tomar corretamente a medicação. Evitando infecção, inflamação e dor. Ex: antibiótico, anti-inflamatório e analgésico.

- Evitar cigarro e bebidas alcoólicas. Ambos prejudicam a cicatrização, o cigarro aquece a região operada e a bebida diminui o efeito de alguns medicamentos.

Todos esses cuidados são necessários em todos os casos, o limiar de dor tem grandes variações entre os pacientes. Então alguns casos, mesmo com todos os cuidados, as pessoas podem sentir algum tipo de dor, mas seguindo corretamente as instruções ela minimiza muito. O importante é escolher um cirurgião dentista apto a realizar a cirurgia do “siso” e seguir todas as recomendações.

Dr. Alexandre Morita (CROSP 70.644) é cirurgião dentista especialista em estética dental.

 

Publicidade