SMS comemora resultados positivos da Campanha Novembro Azul

Ações de conscientização sobre a saúde do homem e o câncer de próstata movimentaram o mês de novembro e obtiveram alcance significativamente positivo com exames e grande procura do público masculino. Através de diversas ações, pautadas na Política Nacional de Atenção Integral a Saúde do Homem (PNAISH), e em diretrizes preconizadas pelas diversas políticas e portarias do Ministério da Saúde, as mobilizações levaram à população em geral, com ênfase no público masculino, conhecimentos fundamentais para que o homem possa cuidar melhor de sua saúde.

A última ação da Secretaria de Saúde, por meio do Departamento de Atenção Básica, foi na entrada do Centro Administrativo da Prefeitura e contou com equipe multiprofissional oferecendo aos servidores aferição de pressão, orientações a respeito da importância da prática de atividade física associada a uma alimentação saudável e testagem rápida de HIV. A equipe de Educação no Trânsito também atuou destacando a prevenção à vida e a atenção dos motoristas para a prevenção de acidentes.

O Novembro Azul teve como foco principal a atenção para os cuidados e prevenção, reforçando que os exames estão disponíveis não só em novembro, mas durante todo o ano na Rede de Saúde. Um dos destaques foi a parceria com o Hospital Hélio Angotti, cujas vagas de atendimento para a realização dos exames preventivos obtiveram sucesso de preenchimento total. Foram 1.200 vagas.  Além disso, foram cerca de 800 vagas liberadas na URS Mercês de segunda a sexta, totalizando a média total de 2000 atendimentos agendados.

A programação de ações de conscientização teve início no dia 5 nas Unidades Básicas de Saúde, URS, Caism e UER, trazendo palestras, “Dia D” em unidades de diversos bairros, ações preventivas, blitz educativa e encaminhamentos. O último dia de ação do Novembro Azul será neste sábado (1º), no Hélio Angotti, com a realização dos últimos exames agendados nesta instituição.

Educação em Saúde - Outra ação de destaque foi a “Educação em Saúde”, que levou conscientização para além das unidades de saúde visando alcançar os homens até em seus ambientes de trabalho. As ações se materializaram através de palestras, oficinas e workshops, realizadas em centros de formação de profissionais de saúde como EFOP, CESUBE, UNIUBE e UFTM; empresas como canteiros de obra da MRV, Transportadora Model e Posto Cinquentão; Horto Municipal; Campo de Futebol do Madureira, durante o confronto das equipes Vila Nova x 7 Colinas; Unidade de Atendimento ao Idoso (UAI) e o Centro Administrativo.

Além das ações educativas, eventos de promoção de saúde foram realizados em diversos espaços comunitários, com orientações a repeito de hábitos saudáveis, combate ao tabagismo e consumo excessivo de bebidas alcoólicas, distribuição de preservativos e realização de teste rápido de HIV. Da mesma forma, todas as unidades básicas de saúde se mobilizaram durante todo o mês através de ações educativas, serviços e eventos, abordando a importância do homem cuidar preventivamente de sua saúde de maneira integral, atento aos principais fatores de risco para sua saúde, como consumo excessivo de bebidas alcoólicas; tabagismo; inatividade física e alimentação insalubre, que estão relacionados aos principais tipos de doença que acometem o público masculino, dentre elas o câncer de próstata.

O educador físico e referência técnica da Saúde do Homem no município, Renato Mendonça pondera que a saúde do homem vai muito além do câncer de próstata. "É fundamental a detecção e tratamento precoce da doença. No entanto, as neoplasias são a quarta principal causa de morte do homem brasileiro. Em primeiro sãos as causas externas, como acidentes de trânsito, violência e auto extermínio; em seguida vem as doenças do aparelho circulatório e respiratório. Isso demonstra que a saúde do homem envolve diversos fatores que devem ser abordados”.

Ele considera ainda que 2018 foi um marco histórico para Atenção a Saúde do Homem no município. “Tudo foi possível devido ao envolvimento de todos os profissionais envolvidos com as ações na Secretaria Municipal de Saúde”, avalia Renato.

Publicidade

Anuncie