Seminário promove formação de professores leitores na próxima semana

No próximo dia 08 de novembro, às 19h, no Anfiteatro Mário Pimenta Camargo, no Centro Administrativo da Prefeitura de Uberaba,  a Secretaria de Educação de Uberaba, por meio do Departamento de Arte, Cultura e Projetos Especiais, promove o Seminário Leiture-se: Formação de Professores Leitores, com participação de professores, equipe pedagógica e auxiliares de bibliotecas das unidades municipais e do convidado Professor Doutor Carlos Francisco de Morais, da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM).

Para Maria Edilene Leal, diretora de Apoio à Educação Básica, da Secretaria de Educação, o evento é a continuidade das ações leitoras realizadas ao longo do ano nas escolas municipais, em conformidade às atividades do Proler. O Seminário pretende movimentar o livro e a leitura na rede, como forma de promoção do ensino e de envolvimento dos professores, auxiliares de biblioteca e equipe pedagógica, a fim de também pensar o projeto político pedagógico para 2018. “Queremos sensibilizar os profissionais para que tenham um olhar especial da literatura dentro da estrutura curricular que seguimos”, diz.

Ela ainda lembra que a intenção é fomentar a parceria das universidades com a proposta da literatura na educação básica, projeto a ser sistematizado também nos próximos anos. Para isso, os universitários da UFTM, IFTM e Uniube foram convidados a participar do Seminário.

As unidades escolares também receberão um Compêndio Literário, como referência a todo o trabalho literário realizado ao longo do ano, com formação de profissionais e ressignificação das bibliotecas escolares. “É uma forma de estimular a busca de estratégias para que tenhamos essa unidade de ação para enxergar a literatura como ferramenta importantíssima do ensino-aprendizagem, promovendo a criticidade, a cultura, dentre outros requisitos que fazem parte da educação formadora”, finaliza.

Prática pedagógica – A auxiliar de biblioteca, Maria da Luz Neves Vilela, da Escola Municipal Santa Maria apresentou esta semana um exemplo do resultado da formação leitora na rede. O projeto Arena Poética enfatizou o gênero poesia e foi abraçado pela diretora e pelos professores de Literatura. Cada sala representou uma poesia de autores como Ricardo Azevedo, Alexandre Azevedo, Sônia Junqueira, Olavo Bilac e Germán Montalvo. “O projeto surgiu a partir do curso de formação, e conversando com a Valéria, a diretora, decidimos focar na poesia, gênero não muito explorado e foi muito bem aceito pelas professoras regentes. O resultado foi excelente, com música, teatro, poesia e a integração da comunidade escolar”, acrescenta.

Publicidade

Anuncie