Secretaria de Saúde lança programa “Nascendo Bem” em parceria com a UNIUBE e UFTM

A Secretaria de Saúde de Uberaba lançou, hoje (25), o “Nascendo Bem” que funcionará em parceria com o Hospital de Clínicas da UFTM e o Hospital Universitário da UNIUBE.  O programa vai redefinir a rede atenção à mulher e à criança organizando o fluxo de atendimento do pré-natal, parto e puerpério.

“Hoje Uberaba faz uma média de 340 partos por mês e é preciso um cuidado maior com as nossas mamães e bebês. Estamos empenhados na reorganização da assistência à saúde da mulher, buscando uma postura acolhedora e humanizadora diante das necessidades delas. Começar esse projeto é mais uma conquista que vai nos permitir adotar medidas para assegurar a melhoria do acesso, da cobertura e da qualidade do acompanhamento, durante toda a gestação da mulher e fazendo o pós-parto também”, ressaltou o secretário, Fahim Sawan.

Com o Programa, a mulher que estiver com suspeita de gravidez poderá procurar um dos seguintes serviços de saúde: UBS (Unidade Básica de Saúde), CAISM (Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher) ou Equipe de Saúde da Família para solicitação de exame para confirmação de gravidez. Caso o resultado seja positivo, será realizada a consulta pré-natal na UBS mais próxima da casa da paciente, com médico ginecologista ou médico de PSF.

Caso a gestante seja classificada como alto risco, ela será encaminhada para serviço especializado. Após o nascimento, a mãe, o acompanhante e o recém-nascido serão encaminhados para a enfermaria em alojamento conjunto, favorecendo assim o vínculo familiar.

Após a alta hospitalar, as puérperas serão encaminhas para a Atenção Básica em áreas de abrangência da Equipe Saúde da Família, onde receberão visita do agente comunitário e da enfermeira da equipe, que irão avaliar, orientar e realizar as intervenções necessárias para manter a saúde da mãe e do bebê.

Durante a visita domiciliar será realizado agendamento para realização da primeira consulta do bebê, teste do pezinho, teste do olhinho, teste da orelhinha, avaliação nutricional, orientação e estímulo ao aleitamento materno e vacinas. As puérperas residentes em áreas descobertas serão orientadas a procurar o serviço de saúde mais próximo.

Até o primeiro ano de vida, o bebê será acompanhado mensalmente pelo enfermeiro e médico da UBS, querealizarão a avaliação do crescimento e desenvolvimento, orientações sobre higiene, prevenção de doenças típicas da infância, além de atividades educativas que promoverão a saúde infantil.

Atualmente, são realizadas várias ações voltadas para a saúde da mulher, nas UBS’s (Unidades Básicas de Saúde), Equipes de Saúde da Família e CAISM (Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher), como: atividades educativas sobre planejamento familiar, doenças sexualmente transmissíveis, prevenção do câncer de colo uterino e de mama, climatério, gravidez na adolescência, aleitamento materno, entre outros. Estas ações visam promover a controlar os agravos de saúde individual e coletiva, em todas as fases da vida da mulher.

Publicidade