Projeto desenvolvido em escola municipal de Uberaba é destaque no Prêmio Professores do Brasil

Resultado da etapa estadual saiu nesta tarde e a professora Íris Procópio é a única representante do Triângulo Mineiro

O Ministério da Educação (MEC) divulgou hoje (12) os nomes dos professores vencedores e destaques da etapa estadual da 11ª edição do Prêmio Professores do Brasil. A professora de Literatura Íris Procópio Dias Santana, da Escola Municipal Padre Eddie Bernardes, de Uberaba, recebeu o resultado como projeto destaque para relato de experiência, do 6º ao 9º ano, em Minas Gerais.  Nessa categoria, ela foi a única do Triângulo Mineiro.

A Secretaria Municipal de Educação incentiva a participação de professores em premiações nacionais, com a finalidade de mostrar o que é possível fazer a educação pública com qualidade, como é em Uberaba.

O projeto “Letramento Literário na escola: o texto poético no processo de ensino-aprendizagem” foi desenvolvido como dissertação do Mestrado em Educação, pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), durante dois anos na unidade escolar. “Estou muito feliz por saber que todo o trabalho árduo, de aplicação da pesquisa, realmente deu certo. Antes da intervenção, os alunos eram dispersos. Com a poesia, houve grande êxito não somente no envolvimento deles, como na prática da leitura e na aproximação com o gênero literário”, comenta.

As intervenções, segundo Íris, passaram pela leitura, interpretação e formação de uma comunidade de leitores, com possibilidades diversas, dentro da poesia, no contexto interno e externo da escola. E ela explica que o projeto só foi realizado integralmente com o apoio da direção da escola e dos professores das outras disciplinas, para alunos do 7º ano. Mesmo não tendo sido a vencedora da categoria ela se diz muito satisfeita por ter seu relato de experiência reconhecido no Estado de Minas e nacionalmente.

“Ter uma profissional como a Íris na escola é um presente. Criativa, competente, apaixonada e preocupada com os alunos. O seu projeto teve uma significância pedagógica e de vivência para nossos adolescentes. Falar de poesia em um mundo nada poético onde a violência anda predominando, é para poucos, e a Íris fez isso com maestria e inovação. A disponibilidade, as novidades e desafios fazem a diferença. A paixão pela educação nos une”, completa a diretora da escola, Clarissa Mendes.

Sobre o prêmio. Criado em 2005, o prêmio é voltado a professores de escolas públicas que contribuem para a melhoria dos processos de ensino e aprendizagem desenvolvidos nas salas de aula. Nesta edição, segundo o MEC, 4.040 professores de todo o país se inscreveram.

Ao todo, 158 professores foram vencedores e 294 foram escolhidos como destaques na etapa estadual. No dia 11 de outubro, o MEC vai anunciar os 30 selecionados para a etapa nacional e os selecionados para a premiação especial. Os vencedores nacionais serão conhecidos em 29 de novembro, no Rio de Janeiro.

Na etapa estadual, são premiadas seis categorias: educação infantil/creche, educação infantil/pré-escola, anos iniciais do ensino fundamental/1º, 2º e 3º anos, anos iniciais do ensino fundamental/4º e 5º anos, anos finais do ensino fundamental/6º ao 9º ano e ensino médio.

Publicidade