Prefeitura alerta sobre proliferação do aedes aegypti no período de chuvas

Cuidados com o acúmulo de água parada dentro de casa devem ficar redobrados no período chuvoso. Este é o alerta da Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Saúde, no sentido de que colaboração da população é essencial para evitar a proliferação do mosquito aedes aegypti.

Os resultados do último Levantamento de Índice Rápido de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa) em outubro, indicaram que 2,99% dos imóveis encontravam-se infestados, sendo a maioria dos focos dentro das casas. O mais preocupante, segundo a SS são os depósitos móveis, como vasos, pratos, recipientes de degelo de geladeira, bebedouros de animais, e em lixos e sucatas, os quais poderiam ser facilmente evitáveis pela própria população.

O diretor do Departamento de Vigilância Epidemiológica, Robert Boaventura reforça que no período de chuvas o alerta precisa ser redobrado e todos devem fazer sua parte. “Apesar de o Departamento de Controle de Endemias e Zoonoses ter o serviço de visitas domiciliares contínuo, o período chuvoso e a presença de objetos que possibilitem o acúmulo de água tornam o ambiente propício para a proliferação do mosquito, uma vez que haja a presença de ovos viáveis”.

Robert Boaventura pontua que, para quem viajará no feriado e também durante as férias e final de ano, é importante conferir toda a casa, jardim e quintal para retirar ou tampar tudo que possa acumular água e propiciar a proliferação de mosquitos. “As ações da Prefeitura não conseguem, sozinhas, eliminar o mosquito se a população não nos ajudar. Se todos tiverem consciência de seu papel, os benefícios serão sentidos em toda nossa comunidade”, conclui.

Publicidade