Prefeito convence Dnit a manter convênio Travessia Urbana e nova licitação deve ser autorizada

Está revertida a possibilidade de cancelamento do convênio com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) com relação às obras de vias laterais da BR-262, entre o Residencial 2000 até o Loteamento Mariitas.  O prefeito Paulo Piau esteve nesta terça-feira no órgão em Brasília para tratar da questão que se arrasta a longo tempo. É uma obra de importância enorme, afirma Paulo Piau, mas que se transformou num grande problema, inclusive com relação à segurança de trânsito, e que precisa ser concluída. A busca por soluções ágeis vem sendo intermediada pelo deputado federal Aelton Freitas.


Para entender o caso.  A obra, iniciada em 2008 com previsão de dois anos para ser entregue estava sendo executada pela empresa vencedora da licitação, que em outubro do ano passado abandou o contrato.

Ante ao imbróglio, ainda no final de 2017 a Prefeitura consultou as empresas, da segunda à quarta colocação da licitação. As duas primeiras declinaram do interesse em tocar a obra. A quarta se interessou. No entanto, em abril deste ano ela também desistiu.

Com a situação ainda mais agravada, a Prefeitura – a quem cabe apenas a fiscalização dos trabalhos - voltou a consultar o Dnit que autorizou a abertura de licitação para o remanescente. Mas o Dnit, pouco depois, também voltou atrás.


Articulação. Recentemente, o Município foi surpreendido com a informação de que o convênio seria cancelado. Ontem o prefeito Paulo Piau, junto ao órgão em Brasília, exigiu solução. Ficou acertado que o Município deverá apresentar nova planilha, o que ocorrerá já na próxima semana. Se aprovado, será aberta nova licitação tendo como objeto os 12% restantes para a conclusão da obra. Enfim, Paulo Piau conseguiu garantir a permanência do convênio. Ele acredita que aprovado replanilhamento, a licitação será aberta e concluída em 90 dias para a retomada e conclusão da obra.


Passagens. Com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) vinha sendo desenvolvida outra tratativa, visando à construção de passagem inferior para liberar a BR-050 entre o Bairros Bandeirantes e Maracanã. Ainda há a possibilidade de a MGO Rodovias assumir esta parte.

Publicidade

Anuncie