Prefeito acompanha primeiro dia do Mutirão de ultrassom

O prefeito Paulo Piau na tarde desta segunda-feira esteve no Hospital Regional José Alencar onde aproximadamente 13 mil exames de ultrassom serão realizados até julho, com média inicial de até 345 ultrassons por semana. Com o prefeito a primeira-dama Heloísa Piau, o secretário municipal de Saúde Iraci de Souza Neto e o superintendente do Hospital Regional Murilo Antônio Rocha.

“Desde 2013 temos a meta de acabar com a fila eletrônica. Estamos avançando para zerarmos a fila com a parceria do Hospital Regional e com o trabalho desenvolvido pelo secretário de Saúde e sua equipe. O mais importante é que a partir do meio do ano, os procedimentos estarão em dia, sem fila, dentro do tempo que o usuário precisar, e isso é uma grande notícia para a nossa cidade. Claro que não nos contentamos, queremos e vamos melhorar ainda mais”, diz Piau.

Para o secretário de Saúde Iraci de Souza Neto, a expectativa é de que até meados de julho tenha realizado mais de 13 mil procedimentos entre ultrassom e eletrocardiograma. “Os agendamentos são feitos pelo nosso sistema de cadastramento onde as pessoas já recebem data e horário do exame. A espera ficou lá trás, agora é realizar os exames da forma mais rápida possível, com a mais alta qualidade aqui no Hospital Regional e que a população saia satisfeita e tenha um bom fluxo dentro da rotina do Sistema de Saúde”, destaca o secretário.

O superintendente do Hospital Regional Murilo Antônio Rocha pontua que o mutirão trará uma agilidade importante para cessar a demanda e que a parceria com a Secretaria de Saúde permitirá essa ação.

Vale lembrar que serão realizados cerca de 3 mil exames de eletrocardiograma a partir do dia 09 de fevereiro. Os exames acontecerão apenas aos sábados, com média inicial de 26 pacientes por dia.

O Mutirão irá atender pessoas a partir de 14 anos de idade. Jovens entre 14 e 17 anos devem estar acompanhados do responsável legal no dia do exame. O Departamento da Atenção Especializada orienta que idosos com alguma dificuldade cognitiva ou de mobilidade também estejam acompanhados.

É preciso apresentar o pedido do ultrassom, RG, CPF e comprovante de endereço no dia do exame e enfatiza que as pessoas que confirmarem presença e não comparecerem vão perder a vaga e terão que iniciar todo o processo para entrar na fila novamente.

Publicidade