Portas Abertas 2018 tem primeira palestra após o Carnaval

foto: Enerson Cleiton/PMU

Projeto foi reestruturado e mudanças serão apresentadas na sexta-feira, 16

 

Secretaria de Desenvolvimento Social realiza abertura do projeto Portas Abertas 2018 na sexta-feira, 16 de fevereiro, na Unidade de Atendimento ao Idoso (UAI) das 08h às 11h. Este ano, o projeto foi reestruturado para atender outras áreas, além da pessoa com deficiência. A inclusão de idosos, negros, jovens e usuários de drogas na sociedade também passam a ser enfoque do projeto para 2018.

 

Keila Afonso R. Silva, coordenadora do Projeto Portas Abertas, explica que o motivo para a ampliação foi a grande procura e sucesso nos anos de 2016 e 2017. “Agora, vamos levar as palestras nas escolas, empresas, associações de moradores, para trabalhar a inclusão de formar efetiva. A Seds está com uma visão positiva, por ser um projeto de aceitação, que leva as pessoas a refletir e repensar as práticas com relação a esses segmentos da população”, destaca Keila.

 

Durante a abertura do Portas Abertas 2018 será feita a reapresentação do projeto, apresentação do cronograma das atividades do ano e liberação para inscrições para cursos ofertados neste primeiro semestre de Libras, Braile e Dinâmica de Socialização. As inscrições são gratuitas e estarão disponíveis no link do site da PMU.

 

De acordo com Keila, serão quatro turmas com 50 vagas cada. “Teremos duas turmas de Libras, uma de Braile e uma de Dinâmica, que vão começar a partir da primeira terça-feira de março. Os cursos vão durar até julho e em agosto iremos iniciar novas turmas para dar oportunidade para mais pessoas”, conta. Para mais informações, pode ser feito o contato pelo telefone (34) 3331-2495, com a Keila ou Cassimeiri.

 

Após a apresentação dos cursos e das atividades do ano, serão ministradas duas palestras. A primeira, “Os desafios para efetivação da inclusão”, ministrada por Janaína Nayara Melo de Oliveira, seguida por “Autismo e a disciplina positiva”, cujas palestrantes são Karla Coelho e Luiza Coelho, especialistas em Educação Especial com Ênfase em Autismo.

 

“Nosso foco é a inclusão, para que nossa cidade continue a crescendo e para repensarmos as políticas públicas, para fortalecer os vínculos desses segmentos e das suas famílias na sociedade”, pontua Keila.

 

As inscrições estão abertas pelo site http://www.uberaba.mg.gov.br/portal/conteudo,43046.

Publicidade

Anuncie