Polícia Rodoviária alerta condutores a redobrar a atenção nas rodovias

As férias mal acabaram, mas quem gosta de viajar terá novas oportunidades para tirar o carro da garagem. Segundo o calendário, deste mês de agosto até março de 2018 haverá feriados prolongados em todos os meses. O primeiro, em homenagem à Assunção de Nossa Senhora, começa neste fim de semana e abrange Belo Horizonte e várias outras cidades mineiras.

Para aproveitar bem os períodos de folga, porém, os motoristas devem redobrar a atenção ao volante para evitar acidentes, alerta o Batalhão de Polícia Militar Rodoviária (BPMRv).

“A imprudência, a falta de atenção, e a irresponsabilidade dos condutores continuam sendo as principais causas de acidentes de trânsito nas estradas mineiras”, afirma o chefe da Assessoria de Comunicação Organizacional do BPMRv, tenente Fernando Armani.

Reforço da segurança

Reforçar algumas medidas de segurança é o primeiro passo para garantir uma viagem tranquila. A manutenção prévia do veículo é essencial. É preciso verificar o sistema elétrico do carro, o nível dos fluidos (água, óleo, combustível) e os limpadores de para-brisa. Nada disso, porém, impedirá que o motorista sofra as penalidades devidas se a documentação do veículo não estiver em dia.

“Nas rodovias, o motorista sempre deve estar atento ao trânsito. O uso de telefones celulares é proibido. Se estiver com crianças, o condutor precisa utilizar os dispositivos de retenção de forma correta, além de usar o cinto de segurança. Também é imprescindível respeitar o limite de velocidade para evitar que acidentes aconteçam”, ressalta o tenente Armani.

Quem tem bebê de até um ano de idade deve utilizar o bebê conforto. Crianças de 1 a 4 anos precisam usar a cadeirinha; as de 4 a 7 anos, o assento de elevação. Entre 7 e os 10 anos, elas podem viajar no banco de trás, sempre utilizando o cinto de segurança. Somente após esta idade é permitido viajar no banco da frente.

Segundo Armani, manter a distância de segurança em relação ao veículo da frente é outra medida importante, uma vez que o fluxo de veículos aumenta de forma significativa nesses períodos. “Esta distância ajuda e muito a evitar acidentes”, afirma.

Pneus em dia

As condições de rodagem e calibragem dos pneus, incluindo o estepe, merecem atenção especial, pois andar com pneu “careca”, além de ser proibido pela legislação de trânsito, pode causar acidentes fatais.

O desgaste máximo do pneu é de 1.6 mm de profundidade dos sulcos. Abaixo dessa medida, ele deve ser trocado. O motorista pode vistoriar o equipamento periodicamente, pois os pneus vêm com ressaltos na base dos sulcos para indicar o limite de segurança sem a necessidade de se usar um medidor.

Feito isso, o condutor reduz de forma significativa a possibilidade de acontecer derrapagens laterais mesmo em pista seca. O risco de furos e cortes na banda de rodagem também cai, enquanto o espaço necessário para frenagem aumenta. Com os pneus em dia, se a pista estiver molhada, a chance de derrapagem é menor.

Mas se o motorista utiliza muito o veículo ou pretende aproveitar todos os feriados para viajar, o melhor é conferir os pneus semanalmente para evitar desgaste precoce. Para isso, é necessário calibrá-los de acordo com a indicação do manual do fabricante, além de fazer o rodízio periódico e evitar sobrecarga de peso. Também é preciso fazer a manutenção preventiva de componentes do veículo que atuam diretamente sobre os pneus.

Outras ações que fazem a diferença na hora de conservar os pneus do veículo são o alinhamento do sistema de direção e suspensão e o balanceamento, de acordo com o manual de fabricação. Os mesmos cuidados devem ser adotados com os estepes.

Direção defensiva

O respeito às leis de trânsito, bem como a prática da direção defensiva aumentam a possibilidade de reação do motorista se houver algum imprevisto.

“Agindo dessa forma, o condutor evitará colisões e atropelamentos no caso de uma parada repentina do veículo à frente ou quando um pedestre atravessar, indevidamente, a pista principal da rodovia”, assinala o tenente.

Nos dias de chuva, a atenção deve ser ainda maior. Exemplo disso é quando ocorre aquaplanagem. Nesse caso, o condutor precisa diminuir a velocidade antes da poça de água e não deve acionar os freios quando passar por ela. Também é importante segurar o volante de forma adequada, a fim de manter o controle do veículo.

Operações preventivas

Neste feriado, a tecnologia será uma aliada do BPMRv, que realizará operações em pontos estratégicos nas rodovias. Serão utilizados equipamentos como o etilômetro, mais conhecido como bafômetro; OCR, que faz a leitura das placas; luxímetro, que mede a intensidade de luz nos vidros; e a lombada portátil.

 “É importante que o motorista tenha paciência e respeite outros usuários da via. Nosso objetivo é sempre mostrar ao condutor que a pacificação no trânsito depende da postura dele. É importante que ele se sinta parte do trânsito e participe ativamente dessa mudança”, recomenda o tenente Armani.

 

Publicidade

Anuncie