Mulher é detida por porte ilegal de arma de fogo após intensa perseguição policial

Uma mulher de 35 anos foi detida por porte ilegal de arma de fogo, nesta terça feira, 9, após intensa perseguição policial.

Segundo as informações repassadas à Folha Uberaba, a polícia recebeu denúncia de um transeunte sobre um veículo de cor escura, um Corsa, que teria passado algumas vezes pelo posto da Policia Rodoviária Estadual em atitude suspeita.

Uma guarnição da PRE saiu em diligencias na tentativa de localizar o veículo, na altura do KM 6,9 da MG 427, o veículo foi visualizado pela guarnição, o seu condutor, ao perceber a presença policial, iniciou fuga em alta velocidade, sendo acompanhado pela equipe policial.

Foi solicitado apoio via rede de rádio para abordagem e cerco bloqueio ao autor.

O condutor continuou em alta velocidade pela rodovia e adentrou o perímetro urbano ainda em alta velocidade, na altura do bairro VOLTA Grande, a viatura emparelhou com o veículo e os militares perceberam que era uma mulher quem o conduzia.

Foi dada ordem de parada para a condutora que ignorou e seguiu em alta velocidade colocando a sua vida e a de terceiros em perigo.

A autora foi parada próximo ao campo do Zé do Tiro, na avenida João XXIII. A mulher se recusou a sair do veículo, desobedecendo as ordens policiais e foi preciso retira-la, após sair do veículo, ela continuou resistindo a abordagem, sendo necessário o uso de algemas para conte-la.

Após buscas no veículo, os policiais encontraram uma arma de fogo, um revólver calibre 38, especial, com a numeração raspada e municiada com cinco cartuchos intactos, um dels com a espoleta picotada.

Segundo a polícia, a arma apresenta características de arma de forças de segurança ou empresas de segurança, já que a mesma possui abaixo da coronha, uma peça de alamar, conhecido como “fiel”.

A autora declarou ter comprado a arma na cidade de Serrana, SP, em um bar e pagou 3 mil reais por ela.

O veículo da autora foi apreendido e ela recebeu voz de prisão, contra ela foram encontrados mandado de citação e intimação pela comarca de Guaíra SP e certidão de comparecimento bimestral na comarca de Ribeirão Preto.

 

Publicidade

Anuncie