Matriciamento em Saúde Mental realiza capacitação para novas turmas

Suporte local às equipes das UBSs e capacitações pontuais faz parte do planejamento de 2018

Três turmas de capacitação do projeto de Matriciamento em Saúde Mental, promovidas pela Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Diretoria de Atenção Psicossocial, encerram nesta quinta-feira (12). Ao todo, 163 profissionais de diversas especialidades da Atenção Básica, Atenção Especializada, Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) e gerentes de unidade passaram pelo treinamento. Em 2017, 450 profissionais entre médicos, enfermeiros, psicólogos, dentistas, enfermeiros, técnicos em enfermagem, auxiliares de saúde bucal, técnicos administrativos e agentes comunitários de saúde passaram por treinamento.

De acordo com Bruna Gibim, psicóloga do Matriciamento em Saúde Mental, as turmas foram criadas para atender profissionais que não puderam participar dos treinamentos realizados em 2017, seja por motivos de disponibilidade ou por serem novos na rede. “Devido a quantidade de pessoas precisamos dividir as turmas e fazer um curso mais condensado para atender. Tivemos uma turma para profissionais de nível médio no dia 03 de abril e duas de nível superior que começaram dia 05 e encerram nesta quinta, dentro dos objetivos do Matriciamento”, destaca Gibim.

O objetivo do Matriciamento em Saúde Mental é qualificar os profissionais, visando atender a crescente demanda populacional por atendimento em saúde mental e permitir um processo de construção e fortalecimento da Rede de Atenção Psicossocial de maneira compartilhada entre diferentes especialidades e profissionais.

Em março deste ano, uma nova etapa de supervisão direta nas unidades básicas de saúde começou, com o médico psiquiatra do projeto visitando as unidades para supervisionar o atendimento em saúde mental até que a equipe tenha condições de apropriação e domínio do serviço prestado.

Publicidade

Anuncie