Mãe e filha agridem militares no Maracanã

Na noite de domingo, 29, a PM foi solicitada a comparecer a rua Alipio Antônio Dias, no Jardim Maracanã, onde segundo denúncias, duas pessoas estavam em luta corporal e uma delas estaria armada com uma faca.

Quando a guarnição chegou, deparou com várias pessoas no meio da via, promovendo desordem, entre elas, as autoras, mãe e filha, de 35 e 18 anos respectivamente. 

Assim que os militares tentaram intervir, a autora de 18 anos, de posse do celular, começou a gritar contra os policiais, dizendo:

"Seus policiais Fdp, desgraçados, vocês não servem para nada!"

Ao ser advertida e receber voz de prisão, a autora tirou a blusa, ficando seminua e começou a gritar:

"Me põe a mão seu desgraçado."

A autora foi advertida de que a guarnição iria usar de força para conte-la e então sua mãe, também de celular em punho, tentou tirar a filha das mãos dos policiais, ferindo um dos militares no dedo.

A equipe de Tático Móvel que estava no apoio da ocorrência, ao ver que as autoras estavam relutantes, tentou conter a mulher mais velha, esta ao ser abordada, tentou desferir um tapa no rosto do Sgt que comandava a equipe do Tático Móvel, o Sgt ainda conseguiu desviar a face no momento da agressão,  porém,  as unhas da autora acabaram ferindo- o no pescoço. 

Após serem dominadas, as autoras foram presas e encaminhadas a UPA do Mirante, onde juntamente com os militares, passaram por atendimento antes de serem levadas para a delegacia.

Os celulares das autoras foram apreendidos, uma vez que toda 

Publicidade

Anuncie