Mãe acusa ex-marido de abusar da filha de três anos

A PM compareceu a rua Inglaterra, Vila Presidente Vargas, onde a mãe de uma criança de 3 anos fez o seguinte relato: após seu divórcio com o acusado C.J.R. de 42 anos, ficou estipulado via judicial, que o mesmo, a cada 15 dias teria direito de passar o fim de semana com a filha do casal.  Segundo relato da mãe da crinaça, o seu ex marido apanhou a filha, às 19:30 do dia 07/10/2017 (sexta-feira) e a devolveu às 19:30 do dia 08/10/2017 (domingo). Ela contou que  no dia seguinte, sua filha foi para escola, onde, começou apresentar episódio de febre. Ao chegar em casa ela teria dado banho na criança com o intuito de abaixar a febre e logo após o banho notou que sua filha estaria manipulando frequentemente a área genital. Ao realizar a verificação da genital da criança, notou que se encontrava com uma pequena lesão. A mãe então  interpelou  a criança sobre o que teria acontecido, a mesma disse que: "meu papai, foi passar pomada e colocou o dedo lá dentro e doeu muito".  Imediatamente  a solicitante se deslocou para o hospital das clínicas de Uberaba, onde, a criança passou por cuidados médicos. A médica constatou que a criança apresentava irritação na área vaginal com ausência de secreção. A policia, após acionada, foi até a residência do suposto autor,  para ouvir sua versão, porém ele não foi encontrado.

Publicidade