I Workshop Geoparque Uberaba reuniu mais de 150 participantes em Peirópolis

Evento discutiu as diretrizes para implementação do Geoparque Uberaba e o fomento ao turismo

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedec) reuniu nesta segunda e terça-feira, mais de 150 participantes entre agentes do poder público, representantes do turismo, instituições, entidades e estudantes para o I Workshop Geoparque Uberaba, que aconteceu no Complexo Cultural e Científico de Peirópolis – CCCP/UFTM com palestras, painéis e discussões. O evento foi realizado pela Prefeitura de Uberaba, por meio da Sedec, da UFTM por meio do CCCP, e da ABCZ. Além disso, teve apoio do Conselho Municipal de Turismo de Uberaba (Comtur), Sebrae, Fiemg, Associação dos Amigos do Sítio Paleontológico de Peirópolis e do Circuito Turístico Alta Mogiana.

Durante o encontro, os participantes participaram de palestras, painéis, discussões e formação de grupos de trabalho, objetivando avaliar os aspectos relacionados aos procedimentos técnicos necessários para a submissão de Uberaba como membro do Global Geopark Network. Entre os palestrantes estiveram Dr. Wellington Francisco S. Santos, da Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro, e Dra. Kátia Leite Mansur, professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

De acordo com a secretária adjunta de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Anne Roy Nóbrega, as apresentações mostraram que o Geoparque de Uberaba tem um patrimônio forte e um potencial significativo para receber a chancela da Unesco. “O público presente no primeiro dia pôde entender quais os critérios do formulário, os diversos pontos que temos que alcançar para conseguir chancelar Uberaba neste projeto. Fechamos o dia unindo grupos de trabalho, responsáveis por trabalhar áreas específicas e planos de ação”, pontua a secretária adjunta.

Com o desenvolvimento dos planos de trabalho durante a terça-feira, Anne explica que a expectativa é que os grupos tenham sempre novos encontros. “A ideia, de modo geral, é estruturar nossos centros de visitação, como o Memorial Chico Xavier, ABCZ, Peirópolis, Museu de Arte Sacra, Biblioteca Municipal e Mercado Municipal, entre outros, e também fazer divulgação para atrair a iniciativa privada, para que possam agregar parcerias, propostas e valores”.

Os Geoparques Mundiais da Unesco são áreas geográficas unificadas, onde sítios e paisagens de relevância geológica internacional são administrados com base em um conceito holístico de proteção, educação e desenvolvimento sustentável. Sua abordagem ascendente, que combina a conservação com desenvolvimento sustentável e que, ao mesmo tempo, envolve as comunidades locais, está se tornando cada vez mais popular. Atualmente, existem 127 Geoparques Mundiais da Unesco em 35 países.

Publicidade

Anuncie