Fapemig vai investir R$60 milhões em projetos aprovados

Parque Tecnológico vai orientar interessados em inscrever propostas na chamada da Federação

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovação (Sedec) da Prefeitura de Uberaba vai oferecer orientação técnica, por meio do Parque Tecnológico, para interessados em submeter propostas na Chamada pública Fapemig 04/2019 – “Tríplice Hélice: interação Governo-ICT-Empresa”. O objetivo é transformar tecnologias desenvolvidas por equipes de pesquisadores em novos produtos, serviços e processos para o mercado.

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) destaca que a Tríplice Hélice tem como diferencial o foco em tecnologias que já tenham a requisição de proteção intelectual junto aos órgãos competentes, no Brasil e/ou exterior. Ou seja, as empresas – público da iniciativa – devem acessar o portfólio de tecnologias das Instituições Científicas, Tecnológicas e de Inovação (ICTs) de Minas Gerais e o portfólio de tecnologias desenvolvidas por inventores independentes, identificar aquelas que se interessam em desenvolver e assinar um Termo de Anuência com o potencial parceiro.

A gestora do Parque Tecnológico, Raquel Resende, explica que o Parque Tecnológico de Uberaba apoia a viabilização de projetos que envolvam a tríplice hélice, e esta é uma oportunidade única para impulsionar projetos uberabenses. "Aqui temos um importante ecossistema de inovação que produz projetos de excelência, e o incentivo financeiro por meio da Fapemig pode ser um impulso importante para que grandes ideias alcancem o mercado e a sociedade. Os interessados em obter apoio técnico por meio do Parque Tecnológico, que possuam projetos triangulados com as instituições de ensino e pesquisa presentes no Parque, podem entrar em contato conosco pelo telefone 3318-0506 ou pelo e-mail gestao@parquetecnologicouberaba.com.br", explica Raquel.

Recursos - Serão investidos R$ 60 milhões nos projetos aprovados, conforme detalhes divulgados pela Fapemig. Cada proposta não pode ultrapassar o valor de R$ 20 milhões e há necessidade de contrapartida da empresa proponente de, no mínimo, 2/3 do valor total da proposta.

Além dos itens previstos no Manual da Fapemig serão financiáveis, também, itens relacionados às atividades de prova de conceito, desenvolvimento de protótipo, avaliação de desempenho e testes de conformidade e certificação. As propostas devem ser enviadas até às 17 horas do dia 4 de novembro. Íntegra da chamada no https://bit.ly/2kjzx4E

Publicidade