Doação de múltiplos órgãos e tecidos permitiu cinco transplantes

O Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro realizou a captação de dois rins, duas córneas e um fígado na madrugada de 29 de maio. A doação foi autorizada pela família de um paciente de 51 anos, morador de Araxá, que teve morte encefálica confirmada na tarde anterior. O óbito ocorreu no HC, em decorrência de um acidente vascular cerebral.

Cinco pessoas serão beneficiadas pelos transplantes de órgãos. O fígado foi encaminhado para um hospital de Belo Horizonte, às 6h, em voo comercial partindo de Uberaba. Já as córneas seguiram para o Banco de Olhos da Universidade Federal de Uberlândia, às 7h, mesmo horário em que os rins foram direcionados para a central regional do MG Transplantes, também em Uberlândia.

Ilídio Antunes de Oliveira Júnior, coordenador da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes do Hospital de Clínicas, explica que as córneas foram direcionadas para transplantes em hospitais da região, bem como os rins, que seguem o critério de compatibilidade genética para escolha dos receptores.

Das cinco mortes encefálicas registradas este ano no HC-UFTM, quatro famílias concordaram com a doação de múltiplos órgãos e tecidos. “Essa taxa de aceitação, de 80%, é um excelente indicador. Nossa média, ao fim do ano, durante toda esta década, tem sido de 90%. Continuaremos o trabalho de conscientização e abordagem junto às famílias, para que em 2018 essa marca também seja atingida”, contextualiza Oliveira Júnior.

 

 

Publicidade