Controladoria promove "Café com a CGM" com servidores da Secretaria de Defesa Social

A Secretaria de Defesa Social recebeu na manhã desta sexta-feira o Projeto “Café com a CGM”, promovido pela Controladoria do Município. Equipes da Guarda Municipal, do Departamento de Trânsito, Departamento de Posturas, entre outros servidores lotados na SDS participaram de debate sobre o Código de Ética Pública, instituído pela Lei 12.827/2018.

 

O projeto criado em agosto de 2018 já atendeu mais de 200 servidores públicos municipais. “O encontro tem como objetivo ações pedagógicas e preventivas, além da disseminação do Código de Ética Pública, como proposta de trabalhar o ambiente interno com relações sólidas e éticas, transformando isso num reflexo para a sociedade”, afirma o Controlador do Município, Carlos Bracarense.

 

A iniciativa é da Comissão de Sindicância Permanente Investigativa (CSPI) ligada ao Controlador Geral, coordenado pelas servidoras Júnia Cecília, Raquel Caetano e Patrícia Teotônio. Os eventos propõem rodas de conversa com trocas de experiências e reflexões sobre casos reais do dia a dia dos servidores.

 

Segundo Bracarense, o projeto entra numa nova fase com a publicação e distribuição de cartilha que traz além das especificações do Código de Ética, informações sobre regras de conduta e os princípios da administração pública. “Esse é o primeiro grupo de servidores que está recebendo a cartilha, nós criamos uma versão impressa e também uma versão online que em breve estará à disposição de todos através do site da Prefeitura de Uberaba e demais veículos de comunicação do Município”.

 

O secretário de Defesa Social, Wellington Cardoso Ramos, agradeceu a participação dos servidores da SDS no projeto, que segundo ele, é de extrema importância para o bom desempenho das funções de cada um junto a comunidade. “A nossa secretaria é caracterizada, sobretudo, pelo contato direto com o cidadão, por essa razão é verdadeiramente importante que nossos servidores estejam devidamente preparados nas questões éticas para desempenhar as suas funções da maneira mais correta, dentro da moralidade e melhorando o serviço público como um todo”, ressalta.

Publicidade