COLUNA TÚLIO REIS

Marco Túlio Oliveira Reis – mtoreis@hotmail.com

Foro privilegiado
A ânsia por contradição do clã Bolsonaro é tão grande que antes de ser réu ou sequer investigado, sem quaisquer requisitos para a tramitação de eventual processo no STF, sem ainda ter tomado posse em eventual cargo que poderia ascender-lhe à prerrogativa, Flávio Bolsonaro invoca o judiciário (e incrivelmente obtém êxito) para suspender investigação que sequer é investigado. Nota confusa? Talvez fácil seja entender o que só acontece nessa república de bananas!

Meritocracia
A repercussão sobre a promoção do filho do general Mourão, vice-presidente da República, para cargo de relevância na estrutura do Banco do Brasil, foi ofuscada pela suspensão das investigações, a mando do STF, das investigações sobre a conta bancária do Queiroz. Funcionário de carreira há mais de uma década, Antônio Hamilton Mourão precisou “eleger” o pai vice-presidente para ter reconhecida sua competência, esse é o caminho da meritocracia.  

Bang bang
Óbvio que a maioria do povo brasileiro, aliás, creio que do ser humano, não está preparada para o confronto armado. Entretanto, o decretado pelo presidente Jair Bolsonaro é simplesmente o cumprimento populista, do que pactuou com seu eleitor. Na prática, o anseio de ser cowboy do brasileiro mediano, ainda está longe de ser alcançado. Quem se sente menos homem pela falta da arma, deve procurar um psiquiatra ou escorar-se nas injeções de testosterona, talvez resolva.

Parquímetro
E o governo municipal, feito cavalo em parada militar, fazendo ouvidos moucos às reclamações da população, prossegue em sua sanha arrecadatória. Esconde-se covardemente na tese de que os parquímetros pretendem apenas propiciar a rotatividade do estacionamento em áreas públicas, e não arrecadar. A sociedade, agonizando face aos múltiplos saques dos quais é vítima, tenta absorver as razões não ditas pelo governo. E assim, impotentes, mantemos todos nós, feito imaculados cordeiros, o “abatedouro de nossa dignidade” também conhecido pelo nome de “Poder Público”. 

Uberaba em Dados
Francisco Marcos dos Reis e Carlos Alberto Pereira idealizadores do projeto Uberaba em Dados 2019 viabilizaram perante a Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Uberaba a publicação do guia. Em versão impressa e eletrônica, programado para ser lançado em março, o guia apresentará informações estatísticas e econômicas da cidade. Parabéns aos amigos Chico e Carlos por mais esta contribuição à nossa Uberaba.

Pipocas
Pipocas gourmet além de estar na moda são incrivelmente deliciosas. A Poc, da jovem empresária Ranna Reis de Oliveira Brito de Falco, está fazendo grande sucesso entre as pessoas descoladas que gostam de inovar em suas recepções. A Poc trabalha com milhos selecionados, escolhidos com todo critério e profissionalismo.

Gourmet
As pipocas gourmets são elaboradas artesanalmente e embaladas manualmente, com todo carinho e capricho. Diversos são os sabores que agradam os mais finos paladares. Atende eventos sob encomenda: Telefone: (34) 9 9156 3113; Facebook: PocPipocasGourmet; Instragram: @PocPipocasGourmet e Email: pocpipocasgourmet@gmail.com.

Taxistas
Ainda que exigido pela prefeitura de Uberaba, o curso de preparação de taxistas não é ofertado na cidade. Essa situação tem complicado ainda mais o setor, que, após a instalação dos aplicativos na cidade passa por crise jamais vista, resta impossibilitado de substituir e contratar motoristas auxiliares. O que seria mais sensato, uma vez que também é exigida habilitação específica do Detran, houvesse a suspensão da exigência.

Cultura
Após anunciar fusão da secretaria da cultura à secretaria de turismo, o governador mineiro, Romeu Zema terá o jornalista gaúcho Marcelo Matte como titular da pasta. Matte, radicado em Belo Horizonte há 20 anos, é ex-diretor de jornalismo da Rede Globo Minas. Quem responde atualmente pelas pastas é o vice-governador Paulo Brant. O tema “cultura” foi motivo de um forte confronto entre Zema e Anastasia na campanha eleitoral. Enquanto candidato Zema afirmou, em outras palavras, que ao contrário de Anastasia “não vai investir em cultura pra elite e sim nas manifestações populares”.

Bituca
Em homenagem aos álbuns Clube da Esquina 1 e 2 Milton Nascimento inicia, em Juiz de Fora, no dia 16 de março, uma nova turnê. Ainda em janeiro, o Palácio das artes, na capital dos mineiros, receberá a temporada de shows. Bituca se apresenta em Belo Horizonte nos dias 30 (sábado) e 31 (domingo) de março. Confira os preços: Plateia I: R$ 200 (inteira) / R$ 100 (meia); Plateia II: R$ 180 (inteira) / R$ 90 (meia); Plateia Superior: R$ 160 (inteira) / R$ 80 (meia). Informações: (31) 3236-7400.

Pimentinha
Nesta data, 19 de janeiro, em 1982, aos 36 anos de idade morria, na cidade de São Paulo a cantora Elis Regina, deixando uma lacuna, não só na memória dos seus fãs, mas na história da MPB. Nascida em Porto Alegre, a Pimentinha, como ficou conhecida, representou a excelência vocal da música brasileira, sendo responsável, inclusive, pela revelação de grandes compositores, entre eles Belchior, João Bosco, Ivan Lins e Milton nascimento.

Pour Elis
Em 2013 Tom Zé sobre versos de Fernando Faro compôs uma belíssima homenagem para Elis Regina, intitulada “Pour Elis”, gravada por Milton Nascimento e Tom Zé em 2014. A obra é uma reconstrução sutil de versos de Faro, “Agora sou uma estrela” interpretado pela própria Elis. Na versão de Tom Zé “Um rascunho de um rascunho/uma forma nebulosa feita de luz e sombra/como uma estrela. Agora eu sou uma estrela”. Meninos e meninas, procurem ouvir: https://youtu.be/gvubxroeWYg?t=10

*Marco Túlio Oliveira Reis é advogado OAB/MG n.º 60.364; jornalista Registro Profissional n.º 16.609/MG.

Publicidade

Anuncie