Coluna Mozart Jr. sem censura

Palavras
“Algumas pessoas têm valor;
outras, apenas preço.”
Augusto Branco

Ótima iniciativa
Estive na reunião realizada na CDL em prol do “voto útil” ou o voto por Uberaba. Confesso que fui um pouco desconfiado de encontrar ali uma campanha velada para A ou B, porem felizmente, a coisa não foi assim, realmente o discurso era por Uberaba, ainda que o local estivesse dominado pelo grupo que detém o poder atualmente na cidade.

Ampliar
O tema já tem uma campanha adotada pela CMU e poderia ir alem, caso a “casa do povo” não direcionasse a campanha de divulgação apenas para quem só tem elogios para atuação dos nobres edis... Criticas não são bem digeridas ali.

Pouco explorado
A apresentação feita pelos secretários foi bem didática, mas alguns presentes não deixaram de comentar que faltou algo mais claro sobre uma política para a geração de empregos, um drama não só de Uberaba, mas do país inteiro.

Destoou
Por outro lado, a equipe do candidato Franco Cartafina foi alvo de criticas para todo lado. Segundo as denuncias, pisou na bola e saiu adesivando carro sem a mínima preocupação com autorização. Resultado; Virou caso de polícia, adesivaram até carro de adversários na disputa...

Quem te viu quem te vê
Hoje me lembrei do genial Chico Anísio, quando ele foi alvo de criticas por ter se casado com uma “personagem”, quando se envolveu com Zélia Cardoso de Melo, a lembrança me veio, quando vi uma cena em que alguém se tornou personagem de sua própria piada...

Quem ama o feio...
Chego a uma conclusão bem simples, após acompanhar debates acalorados pelas redes socais de simpatizantes da candidatura de Jair Bolsonaro, nada que aconteça, tirará a certeza de seus seguidores de que o que ele fala é “sensacional”. 

Diferenças
Apesar de esses mesmos eleitores atacarem outros de estarem cegos por acreditarem em populismo, acreditam que o discurso, seja qual for ainda que não responda a nada, é “fantástico”.

Porque o NOVO assusta?
Acompanhando as redes sociais temos percebido que, os candidatos do Novo tem incomodado de tal forma que, ate quem tem larga vantagem sobre eles, se preocupa e passa a ataca-los de forma gratuita, como se seus pequenos índices fossem uma ameaça, por quê?

Repercussão
A postagem do candidato Romeu Zema mostrando que registrou em cartório seu compromisso de não receber salários enquanto os servidores não tiverem a vida normalizada bombou nas redes e o funcionalismo gostou. Claro que a luta dele ainda é árdua, fazer seu nome chegar a todo o estado e competir com candidatos que são “p... velha” é complicado, mas com certeza algum fruto deve sair daí. O candidato está apostando suas fichas nos indecisos e naqueles que já na acreditam mais nos políticos convencionais... se vai conseguir  ir alem do se cacifar, é esperar pra ver.

Mesma língua
Analisando esses episódios, o que percebo é que os candidatos do Novo tem conseguido grande espaço entre os jovens, em especial os universitários e a explicação é tão clara, o discurso que prega menos estado é algo que fez parte dos meus sonhos quando estava nessa fase, o sonho é um estado menos inchado, e que seja responsável apenas por saúde, segurança e educação. O “menos estado” é o sonho para todo mundo que não aguenta mais bancar essa ineficiência.

Exemplos
Os exemplos são tantos por aqui, enquanto o estado estiver tão inchado, tão compromissado com questões que não deveriam ser de sua alçada, o país não se moverá com a celeridade necessária.

Custo
O envolvimento do estado em tudo, é o que provoca essa avalanche de gastos, é tanto cargo para compensar apoio, calar a boca e por aí vai...

Desânimo
Quem vê as pesquisas e descobre que Dilma Rousseff e Aécio Neves lideram em Minas e que a disputa ao governo ficará polarizada entre o atual e o ex-governador, faz essa história de renovação parecer muito utópica.

Atenção
Não precisa muito para o pessoal da prefeitura e das empresas de transporte coletivo perceber que algumas mudanças implementadas não funcionaram, fizemos uma pequena enquete aqui no Folha Uberaba e ficou claro que o índice de reclamações é muito alto. E olha que com essa facilidade de saber exatamente onde está o problema fica fácil corrigir...

Impressiona
Após o trabalho fantástico de um grupo de pessoas que topou lutar contra o cartel, desconhecido pelo PROCON e qualquer outro poder oficial, dos combustíveis em Uberaba, uma coisa ficou clara; qual a explicação dos donos de postos para a redução de quase um real por litro no etanol enquanto os protestos levavam as pessoas para abastecer na rodovia? E como explicar os aumentos e baixas simultâneas, orquestrados mesmo?  Coisas da terrinha...

Cuidado
Por falar nisso, é preciso ter cuidado com o combustível que se usa por aqui, conversando com uma pessoa, ela me contava que teve que trocar o escapamento do carro em curto espaço de tempo e o rapaz a informou que o problema é a qualidade do combustível que diminuiu consideravelmente a vida útil do produto.

Perigo
Aliás, têm algumas empresas ligadas a área automotiva que viralizaram nas redes sociais, só que pelo lado negativo. O numero de gente se dizendo lesada ao trocar pneus em certa empresa que tem loja na cidade só aumenta...

Publicidade