Coluna Mozart Jr. Sem Censura





Palavras
“Política e religião não se discute, 
e assim a sociedade permanece nas trevas da ignorância."
Augusto Branco

 

Pra voar alto
segundo informações da assessoria do deputado Adelmo Carneiro Leão, o governador Fernando Pimentel quitou a última parcela do helicóptero destiando ao Corpo de Bombeiros de Uberaba. Agora é aguardar a chegada da aeronave. 

 

Movimentado
O fim de semana foi movimentado na cidade, no sábado, Franco Cartafina e Ripposati realizaram concorridos eventos  nos lançamentos de suas respectivas candidaturas. Quem esteve no evento realizado pela equipe de Franco ficou impressionado com o aparato e a demonstração de recursos do candidato.

 

Diversificado
Com várias espécies da fauna política local e do estado, o evento contou também com participação popular e tudo dentro de uma organização de cair o queixo. Em tempos bicudos, o rapaz parece estar com bala na agulha, garantiram alguns observadores que estiveram presentes. 

 

Onipresentes
O prefeito Paulo Piau e o deputado Marcos Montes se desdobraram e estiveram nos dois eventos e em ambos, o discurso foi de apoio. Se pelo lado de Franco a estrutura chamou a atenção, pelo de Ripposati o destaque foi a grande presença do povão. Agora é aguardar o desenrolar das campanhas para ver até onde vai o fôlego de cada um.

 

Sola de botina
Um apoiador do vereador Ripposati disse que se ele gastar sola de botina e visitar todas as fazendas da EPAMIG no estado, pode conseguir um bom resultado e surpreender, ele citou o deputado Zé Silva que fez esse trabalho por sua ligação com a área  e, segundo ele, depois de eleito, simplesmente sumiu...

 

Colégio Dr. Jose Ferreira
Outro assunto que tomou conta das redes sociais foi o de possíveis mudanças na direção do colégio Cenecista Dr. Jose Ferreira. Como é normal em tempos de WhatsApp, muita coisa foi dita e espalhada e algumas verdades foram”incrementadas” para a coisa se alastrar mais rapidamente.

 

Esclarecendo
Tive a oportunidade de conversar com pais que se mostravam muito preocupados com as noticias e as mudanças anunciadas, a preocupação era real e muita gente passou  o final de semana bastante preocupado.

 

Reunião
Na manhã desta segunda feira, o professor Danival chegou ao colégio já seguido por alguns pais que estavam afoitos para ouvir a versão oficial da escola. E logo cedo se iniciou uma reunião que durou cerca de duas horas ou mais.

 

Oficialmente
Conversei na parte da tarde com o professor Danival que me garantiu que o clima agora é de tranquilidade. Segundo ele, o que ocorreu foi um superdimensionamento de algumas noticias e isso causou o apavoramento por parte de alguns.

 

Faltou calma
O caso do professor Cristiano Arruda, que foi destituído do cargo na semana passada e causou espanto e revolta em vários pais, ao ponto de ser criado um grupo de protesto contra a demissão e para pedir a sua volta, para o professor Danival, foi apenas uma ação intempestiva por parte de pessoas que ainda não tomaram pé de toda a situação e ignoram que já havia um processo de mudança natural que estava em curso, mas que seria e será, ele garante, posto em prática gradativamente.

 

Tranquilo
Lembrando que já está a mais de meio século a frente da escola e que a escola hoje representa um patrimônio de Uberaba e uma história que foi construída degrau por degrau até se tornar o que é hoje, referencia em todo o país, e por isso, ele não acredita em mudanças radicais que possam a vir colocar isso em risco.

 

Tranquilizando
O professor Danival aproveitou para dizer que o mais importante da reunião hoje e do comunicado que a escola irá emitir, é passar tranquilidade à comunidade do “Zezão” e a toda a comunidade uberabense, de que a essência do Z
é Ferreira não se perderá.

 

Expectativa
Assim como o professor promete para amanhã um comunicado oficial sobre o assunto, os novos gestores também deve se manifestar oficialmente a qualquer momento e aí sim, teremos uma posição definitiva sobre o caso.

 

Mais difícil
Se o caso do Zé Ferreira parece já definido, o caso da escola estadual anexa a SUPAM parece para caminhar para um desfecho não tão simples. O que pôde-se perceber nos últimos dias, é que até pessoas que estavam pregando por uma luta em prol da manutenção da situação, já estão se conformando com a ideia de transferir os alunos para outras escolas estaduais, que estariam com muitas vagas disponíveis em prédios novos e com custo muito menor, já que o governo de Minas anda mesmo tentando cortar gastos em tudo, ou quase tudo, desde que não mexa em certas mordomias, o resto é negociável...

 

Alvo
Quem esteve no alvo dos boatos nos últimos dias foi ex-presidente e agora presidente de novo, a julgar por vídeo no Facebook, da Cohagra, Marcos Jammal, segundo a radio peão na semana passada, ele estaria próximo de jogar a toalha por conta de fogo amigo virado para o seu lado... Tentei ouvir o pré-candidato, porem ele não respondeu a minhas solicitações. e hoje a noticia de sua volta a Cohagra, e consequente desistencia da candidatura se confirmou. Para quem não lembra, na minha última coluna tem uma nota com o título: Jogo sujo...

 

Alianças
Segundo as informações, ele seria mais uma vitima das famosas alianças, em que se junta para ganhar mesmo sabendo o risco que isso representa no futuro...e olha que a prática persiste.

 

Mudanças
Já falei aqui e repito, impressiona a facilidade com que algumas pessoas, que até ontem amavam o prefeito,  mudaram esse sentimento de tal forma que se tornaram críticos ferrenhos, assim como aqueles que fizeram o caminho contrário... Coisas da vida.

 

Mais um?
Caso que a princípio parecia ser um simples assalto, pode desaguar em mais um escândalo político, garante fonte da coluna. Segundo as informações obtidas pela coluna, o caso na verdade se configurou mais, após analisado friamente, como uma ameaça, já que o autor teria primeiro  confirmado a identidade da vitima antes da prática, que pareceu ser mais para assustar...

 

Revoltante
Clientes do supermercado Supermaxi da avenida Almirante Barroso, ficaram bastante irritados na semana passada quando a loja estava relativamente cheia e apenas dois caixas estavam atendendo, as filas foram se avolumando e os clientes não escondiam a irritação com o caso, que aliás é de uma frequência assustadora em Uberaba.

 

Na pele
Outro dia ao ler um artigo de um líder classista em um jornal local, onde ele reclamava de atendimento em certo estabelecimento comercial, lembrei que há algum tempo, ele chegou a me dizer que às vezes eu era muito critico em relação a isso aqui na cidade, mas ao sentir na pele ele também resolveu expor uma situação que para os simples mortais é muito mais comum do que se pensa.

 

Pós Uniube promoverá seminário sobre a Expressão Metodologia Ludocriativa
O curso de Especialização em Expressão Ludocriativa da Uniube irá realizar do dia 02 a 04 de agosto o Seminário: Pedagogia da Expressão e Metodologia Ludocriativa:  um movimento que leva à aprendizagem impulsionado pelo prazer de criar juntos. O evento extensionista, que acontecerá no campus aeroporto da Universidade, está com inscrições abertas no site: www.uniube.br.

De acordo com a coordenadora do curso, professora Luciana Faleiros Cauhi Salomão, o seminário visa apresentar e vivenciar a Pedagogia da Expressão e seus instrumentos metodológicos como proposta pedagógica, favorecendo o desenvolvimento humano e as aprendizagens com saúde e alegria nos âmbitos educacionais, culturais, empresariais e de saúde. “Conscientizar os profissionais que trabalham com recursos humanos, educação e saúde da força do imaginativo, da ludicidade e da interação vivenciando uma proposta pedagógica que os favorece”, completa.

 

Prevenindo
Ainda segundo a professora, a importância do Seminário é a de difundir uma prática metodológica que respeita a natureza humana e assegura aprendizagens. “Evitar a medicalização nas escolas, a depressão e ansiedade nos ambientes de trabalho”, afirma.

Ele é voltado a todos os profissionais que trabalham com o desenvolvimento humano como: educadores, professores, psicológicos, assistentes sociais, gestores de recursos humanos, terapeutas e animadores socioculturais. “Buscamos levar uma nova perspectiva de aprendizagem para as escolas, evitando a medicalização das crianças e adolescentes. Favorecer a boa convivência e saúde nos ambientes de trabalho evitando a depressão e ansiedade”, finaliza.

Publicidade