COLUNA DE SEGUNDA - Marco Túlio Oliveira Reis

 mtoreis@hotmail.com

 

Pepita

Será às 19h30min, na Igreja de São Mateus, no Bairro Boa Vista, na Rua Capitão Batista Machado, 276, missa em memória do Sr. Eurípedes Papine. Após um mês de sofrimento com o desaparecimento de Pepita, como era conhecido, a família encontrou o fim da angústia, contudo, de maneira triste e irreparável. Aos familiares e amigos, meus sentimentos e desejo de consolo, compreensão e discernimento dos desígnios a que estamos sujeitos.

Bolsomito

Chamado por seus seguidores de “Bolsomito”, o deputado de extrema-direita, que não demonstra qualquer apego ou simpatia pelos valores democráticos esteve em Uberaba. À convite do sindicato rural da cidade, Jair Messias Bolsonaro aportou na terra do boi Zebu. E claro, discursou, falou pra imprensa, abraçou e foi abraçado, foi tietado e aclamado como “presidente do Brasil!”.

Política

Essa insipiente democracia brasileira, que vive de arroubos e arremedos, que enaltece a canalhice e o populismo, aceita lideranças forjadas no esvaziamento de ideias, achincalhes de princípios e claro – no matiz do fascismo, que é o personalismo messiânico. Já vivemos experiência parecida (e mal sucedida) com o “caçador de marajás”, Fernando Collor de Melo. No mundo, atualmente, diversos são os líderes carismáticos de extrema direita. Na história, Portugal com Salazar, Espanha com Franco, Itália com Mussoline e Alemanha com Hitler.

Não à reeleição!

Diversas lideranças uberabenses estão propagando a campanha contra a REELEIÇÃO de políticos, especialmente de deputados estaduais e federais. É um movimento autônomo, sem bandeira ou conotação partidária, que reflete a realidade dura e triste de nossa representação parlamentar. Todos os que defendem esta tese são unânimes em afirmar que não basta lutar contra a corrupção e deixar essa “turma de raposas tomando conta do galinheiro”. Para o bem de seu país, DIGA NÃO À REELEIÇÃO! Não vote em quem tem mandato!

Não à reeleição!

Diversas lideranças uberabenses estão propagando a campanha contra a REELEIÇÃO de políticos, especialmente de deputados estaduais e federais. É um movimento autônomo, sem bandeira ou conotação partidária, que reflete a realidade dura e triste de nossa representação parlamentar. Todos os que defendem esta tese são unânimes em afirmar que não basta lutar contra a corrupção e deixar essa “turma de raposas tomando conta do galinheiro”. Para o bem de seu país, DIGA NÃO À REELEIÇÃO! Não vote em quem tem mandato!

Violência

O crime materializou-se em Uberaba e está dominando, ainda que a PM se empenhe em contê-lo. É visível o esforço da polícia militar, todavia poucos são os resultados. E à duras penas, pois não é segredo a escassez de recurso, a carência de efetivo, a falta absoluta de infraestrutura e também a má vontade política do governo.  Não bastasse, a legislação frouxa, o sistema carcerário falido e a Justiça lenta, transformam a função da PM em fumaça.

Falência

O Estado perdeu completamente o controle de suas finalidades. Desistiu, por incompetência ou incapacidade, de resolver as questões fundamentais para as quais foi constituído. Além da arrecadação e políticas confiscatórias, a entrega e dilapidação do patrimônio público, nada mais pode a ele ser atribuído. Políticas públicas de interesse da sociedade raramente são implantadas.

impunidade

Amigos militares não cansam de informar que é comum prenderem, pelo mesmo motivo, várias vezes no mesmo mês, o mesmo indivíduo. Também informam que está aumentando as ocorrências em que bandidos enfrentam, destemidamente, cientes da impunidade, a polícia. Dizem ainda que os casos de depressão, angústia e pânico são recorrentes entre militares da ativa.

Crime organizado

Sair às ruas em Uberaba, face à onda crescente de violência, é exercício de coragem e destemor. Os marginais estão em todos os lugares. No centro, na periferia, nos bares e restaurantes, nas igrejas e velórios, nas praças e locais públicos. Sem contar que rondam as residências e escolas, invadem casas e locais de trabalho. Não temem câmeras, cercas elétricas, alarmes e polícia. A “firma” garante, os “irmãos” se protegem. Brasil!

Arte

Hélio Siqueira e Paulo Miranda entre os artistas expostos no Centro Cultural UFMG, em Belo Horizonte.  A exposição coletiva “Visualidades e Memória”, aberta no início deste mês de outubro de 2017, reúne obras também dos artistas Domingos Mazzilli, Marcelo AB e Mário Azevedo, com a curadoria de Rodrigo Vivas. A mostra é constituída de esculturas em cerâmica, objetos, oratórios e pinturas, que poderá ser vista até o dia 26 de novembro de 2017. Entrada franca.

Vagina

Mesmo que em pleno século XXI, a vagina é um mito e desconhecida da maioria das pessoas, até das próprias mulheres. A Editora Paralela acaba de por nas ruas o engraçado, sério e necessário “Viva a Vagina”, das autoras Nina Brochamann (olha o sobrenome da menina) e Elle Stokken Dahal. Na obra o órgão sexual (reprodutor) feminino é tratado com respeito e sem tabu. Excelente leitura para homens e mulheres.

 

Marco Túlio Oliveira Reis é advogado, jornalista e professor universitário. Membro do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB de Minas Gerais.

Publicidade

Anuncie