7º Festival de Contadores de Histórias já tem vencedores

Aluna Vitória Varela da Escola Municipal Totonho de Morais levou o primeiro lugar

Visando o estímulo à arte de educar e contar histórias, a Secretaria Municipal de Educação promoveu o 7º Festival de Contadores de Histórias, cujo resultado foi conhecido na tarde desta quarta-feira (04), envolvendo alunos de 11 a 15 anos da rede municipal. O projeto foi elaborado pela equipe da seção de Bibliotecas Escolares/Departamento Arte, Cultura e Projetos Especiais.

A abertura do evento contou com o Grupo de Dança de Salão da Escola Municipal Professor José Geraldo Guimarães, com a coreografia da professora Monalisa Carla Vieira, “Vem dançar”.

A comissão julgadora composta pelos professores Mara Maciel, Renato Muniz, Adriana Fonseca, pela secretária adjunta da Secretaria de Educação, Mônica Rodrigues e pela aluna do Grêmio Estudantil Sua Voz, da Escola Municipal Urbana Frei Eugênio, Eduarda Caroline Leandro, avaliaram a seleção do texto, a entonação de voz, a expressão corporal e postura no palco, bem como originalidade/criatividade.

O 1º lugar foi para a aluna Vitória Correa Varela, da Escola Municipal Totonho de Morais, orientada pela professora Moábia Pires, com o texto “O causo do espelho”, de Ricardo Azevedo. A 2ª colocação foi para a Escola Municipal Professor José Marcus Cherém, para o aluno Leonardo da Cruz, orientado pela professora Natália Regina, com o texto “O Macaco e a Velha”, de Ricardo Azevedo. E a 3ª posição ficou com o aluno Marcos Henrique Cardoso dos Santos, da Escola Municipal Frederico Peiró, sob a orientação da professora Ângela Abadia Silva e o texto de Millôr Fernandes, “O socorro”.

Durante o fechamento do resultado, os alunos do Grupo de Teatro da Escola Municipal Santa Maria, sob a coordenação da arte educadora Ana Elisa Gonçalves, apresentaram uma adaptação cênica da obra “A Caixa Preta”, de Tiago de Melo Andrade.

A vencedora Vitória contou da sua felicidade em conquistar o primeiro lugar: “a vida nos dá muitos nãos, mas hoje a vida sorriu para mim”, resumiu. A secretária de Educação, Silvana Elias ressaltou que o concurso mostra o que a educação pública pode promover a capacidade dos alunos da rede municipal.

Elisangela Cândida Dias, mãe da Hevellin Maria da Silva Dias contou sobre a participação da filha, que foi uma das sete finalistas. “Foi gratificante para ela crescer tanto na arte como pessoa. Estou muito orgulhosa  e mesmo ela não tendo vencido foi só uma etapa e uma grande oportunidade. Vou continuar incentivando”, completa.

 

Os outros finalistas foram Leonardo Luiz Oliveira, da Escola Municipal Joubert de Carvalho, Luiza Gabriela, da Escola Municipal Gastão Mesquita Filho e Bryan Júnior Paulino, da Escola Municipal Professora Teresinha Hueb de Menezes. Todos os participantes receberam certificados e um livro. Os três primeiros colocados receberam aparelhos eletrônicos como premiação.

Publicidade