3° Feira de Desenhos e aniversário da Escola Castelo Branco movimentam o sábado

Proposta é divulgar a arte do desenho e a produção criativa, em conjunto com a valorização das memórias da escola

A 3° Feira de Desenho ocorre nesse sábado (15), a partir das 13h, na Escola Estadual Marechal Humberto de Alencar Castelo Branco. O evento foi idealizado por Elisa Carvalho e por um grupo de professores de arte. A realização será por meio de um financiamento coletivo no site Catarse e contou com a parceira da Prefeitura Municipal de Uberaba, através da Fundação Cultural e da Estação Juventude. O evento é gratuito e sem fins lucrativos. Em paralelo à mostra, também será comemorado os 90 anos da escola estadual.

A abertura será com show musical com Lucas Dutra e Marcela Manutti, depois começarão as inscrições para as oficinas de arte. Às 14h é o início da primeira etapa de oficinas e às 15h o intervalo com lanche. Já às 15h30 voltam as atividades da segunda etapa de oficinas. Para movimentar o final da tarde, às 16h30 tem show de rap com Lheo Zotto e Lucas Grilo.

As oficinas disponíveis serão: “Um mosaico cultural em você” com Renato Ortega, voltada para diversidade cultural e para construções sociais. “Verde que te quero ver” com Mara Maciel, onde serão trabalhadas folhas de árvores. “A arte do grafite” com Guilherme Rosa, preenchendo a feira com cores em spray. “Escrita e desenho sobre animais do cerrado” com Renato Muniz. “Criação de personagens” com Giovana Toffoli. “Stencil estamparia artesanal” com Rafael Carvalho e “Desenho de mandalas” com Alexandra Afonso.

No evento serão apresentados os banners produzidos pelos alunos do Castelo, contando a história da escola e haverá manifestações dos talentos internos do colégio. Para arrematar as atrações e atividades culturais, declamações do “12° Slam de Poemas Curtos - Identidade e Resistência” com Alessandro Dornelos. Serão sorteados brindes ao decorrer do evento.

A Feira. O projeto surgiu em 2016 e segundo a organizadora Elisa, “a ideia veio da vontade de divulgar e de mostrar que todos são capazes de se expressarem e de desenhar”. A primeira feira foi no Cemea Abadia e participaram mais de 400 desenhos, já em 2017, a segunda feira foi na Escola Estadual Corina de Oliveira, trazendo aproximadamente 700 peças.

Esse ano, até o momento, 1181 desenhos foram inscritos e Elisa afirma que as expectativas são altas e que a organização espera receber um público grande que irá “apreciar a arte mais pura e simples, que é o desenho”.  A quantidade significativa de obras se deu devido ao emprenho aliado a atividades de divulgação. O evento também foi acolhido por cerca de 20 escolas de Uberaba, sendo em suma maiorias municipais e estaduais, que incentivaram a produção artística dos alunos. Escolas para pessoas com deficiência aderiram ao projeto e estenderam o ainda mais o campo de atuação do projeto.

Castelo Branco. A escola Estadual Marechal Humberto de Alencar Castelo Branco é uma das escolas mais antigas de Uberaba. A história começa junto com a da antiga Escola Normal (escola voltada para o magistério), criada no final do sec. XIX, aproximadamente em 1881 e instalada em 1882. A Escola Normal passou por alguns períodos de fechamento, devido à falta de verba. Mudou de endereço algumas vezes até chegar no prédio atual e se transformar em Castelo Branco (nome que homenageia um dos presidentes do regime militar brasileiro). São oficialmente 90 anos levando educação e formando personalidades Uberabenses. 

Publicidade