1ª Olimpíada de Empreendedorismo e Inovação da rede de ensino municipal é pioneira em Minas

A culminância será em dezembro, com a Feira de Ideias, a primeira em Minas, apresentando as startups

Fruto de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Educação e o Sebrae Minas, será realizada, entre 30 escolas de ensino fundamental (alunos de 6º ao 9º ano), a 1ª Olimpíada de Empreendedorismo e Inovação, competição que estimula os alunos a pensarem em soluções criativas e funcionais referentes aos problemas da comunidade escolar. Um projeto piloto em Minas Gerais.

O prefeito Paulo Piau recebeu na tarde de hoje representantes do Sebrae Minas e da Secretaria de Educação. Ele avaliou como positivo o programa que deverá mudar a cara da educação municipal, quando se fala em tecnologia. Ainda mais porque ele entende que irá aproximar a relação com as universidades. "Vocês me trouxeram uma excelente notícia. Eu acredito na inovação e na criatividade como ferramenta de mudança", diz.

Para a secretária de Educação, Silvana Elias, a aplicação da tecnologia  na educação é possível, também na rede pública, como um passo importante de aprendizagem. Ela enfatiza a necessidade de se formar alunos mais críticos e protagonistas, que saibam usar as ferramentas certas para cuidar do futuro do Brasil. Ainda ressalta a célebre parceria de instituições como o Sebrae Minas.

Andrea Marques Lima, gestora local do programa Educação Empreendedora do Sebrae Minas, considera a iniciativa como uma nova etapa do trabalho em parceria com a Semed, ao longo de cinco anos, que deverá multiplicar a cultura empreendedora na comunidade escolar, estimulando o protagonismo juvenil e aproximando a escola da comunidade, desenvolvendo os comportamentos empreendedores e fortalecendo as conexões do Ecossistema de Empreendedorismo e Inovação. Além disso, é um projeto-piloto em Minas.

De uma forma didática, com metodologia bem definida, a competição é parte de um processo de formação de professores e alunos, a fim de que desenvolvam ideias, habilidades e projetos relativos ao empreendedorismo. “A Feira de Produtos será transformada em Feira de Ideias, com recursos da era digital, aguçando a criatividade e inovação dos jovens empreendedores”, cita Andrea.

Para que o programa acontecesse, o Sebrae Minas ofereceu algumas oficinas de ideação, prototipagem, dentre outras para que o professor repasse ao aluno o conhecimento e desenvolva, como tutor, um projeto.  

Geanne Gonçalves Nomelini, professora da Escola Municipal Professor José Macciotti diz ser muito gratificante ensinar uma geração conectada como essa, pois o aprendizado é significativo. Ela está confiante nos projetos de "startups" que serão apresentados. 

A partir do dia 01 de outubro, as escolas participantes poderão fazer a inscrição dos projetos no site da prefeitura, por um link que será divulgado em breve. As inscrições acontecem até o dia 30 de outubro e em novembro, o Ecossistema de Empreendedorismo e Inovação, em parceria com Instituições de Ensino Superior, fará a mentoria para os projetos.

No dia 04 de dezembro, durante a Feira de Ideias, uma comissão avaliará cada projeto, dos quais serão classificados 10. Ao final, serão três vencedores. 

Publicidade

Anuncie